Pesquisar neste blog

Álbum para fotos temático família, família (PNG)

sábado, 29 de outubro de 2011

Para colocar fotos da família. Formato: PNG.

Para baixar clique nas imagens! Servidor: 4shared.













Mensagem para te trazer alguma alegria

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Muitas estrelas brilham no céu, porém uma estrela só não pode enfeitá-lo por completo. É mais fácil se enternecer com o vê-las espalhadas, mas como que se estivessem reunidas em diferentes espaços, cada qual com seu brilho, com seus diferentes tamanhos de raios. Paradas. Mesmo assim, um céu nunca aparenta se repetir como se fosse a mesma foto no decorrer dos nosso anos.
Muitas histórias podem figurar entre as mais belas de todos os tempos, contudo mesmo os personagens secundários têm sua história em particular. Mesmo a montanha imensa e imóvel aguentou ventos, pisadas, sofre a erosão, o frio intenso e as adversidades do tempo. Alguns grãos de suas rochas podem escapar lentamente. Ainda que não seja original, não seja tão alegre nem tão cheia de sucessos e fatos inesperados, todo dia podemos ter uma simples história para contar. Ou até não contar, talvez pelo sentido oculto que damos ao momento, às pessoas, ao que deixamos de querer atingir por alguma razão especial.
Sozinhos o que aprenderíamos até de nós mesmos? Ainda que distantes, muito distantes de outro, é útil entender o que seja a distância. Mesmo muitos juntos, colados, a solidão cubra como telhado alguma casa abandonada em nosso ser.
Muitos são os belos rostos, belos corpos que marcam o seu tempo, muitos os mais cobiçados homens e mulheres; alguns se eternizam como símbolos de beleza, contudo, todos têm seu tempo. Qual deles pode dizer que achou, viveu e foi amado de verdade pelo seu grande amor? Cada um é responsável pela sua própria resposta. O coração que ama, pelo pouco que entendo do amor, não deve se vender nem enxergar apenas esta superfície esculpida.
Ouvir o cantar mais sublime dos mais belos pássaros não tira a emoção que dá poder ouvir o vento, o farfalhar das árvores, o mover das ondas, o coaxar dos sapos, o latido do cachorro do vizinho, a junção de vozes das pessoas se divertindo, falando, gritando, se comunicando. Mesmo com toda essa explosão de vozes, o silêncio ainda é convidativo, ainda pode nos levar a falas e conversações muitos melhores. Quando falo comigo mesmo parece até que sou outro, mas sou eu mesmo.
E os vilões? Gostaria que não existissem, e, mesmo assim, sendo eles tão maus podem nos ensinar como são nobres os nosso valores. Os problemas mais hostis, mais difíceis até de imaginar ou acreditar que temos que lutar contra, podem nos dar armas para ter maior esperança. As lágrimas mais contundentes, cujo choro foi tão difícil de estancar da alma, ainda podem nos levar a contar a nossa grande história.
Todo grande time de futebol, voleibol, entre outros, tem sempre suas estrelas, seus craques, mas nenhum deles pode dar conta do campo ou quadra sozinho. Mesmo o pior time pode nos dar uma ideia de quão valioso e reconfortante é lutar até o fim. Ter consciência sincera para aceitar, reconhecer os próprios limites e mesmo sabendo de cada um deles, poder se juntar e capengando, falhando e sabendo que vai falhar, ir até a última gota de suor, dando o seu melhor com humildade.
Muitas palavras podem ser ditas, das piores às melhores, das que destroem até às que levantam os mais mortos defuntos, mas acho que a forma como as ouvimos é que determinam o seu impacto sobre nossa vida, nossas ações e pensamentos. Num mundo em que tantos procuram falar ou deixar de falar tanta coisa, aprender a ouvir pode se tornar um grande instrumento para se viver melhor.
Posso dizer "te amo" com a mais densa ternura no olhar, entretanto, o viver cada dia, o que tenho sido e feito pelo outro continuamente pode falar muito melhor do que todas as promessas e confidências de amor juntas.

Agora quero ser bem mais infantil e dizer que se te amo, pode vir a tempestade o amor não muda. Pode ter estrelas ou não no céu, continuo te amando. Posso ficar cego e teu rosto estará para sempre em meu coração. Posso ficar surdo, ainda assim vou te ouvir. Posso não ter uma roupa nova na festa de fim de ano, mas se está do meu lado você é o meu champagne, meu show de fogos de artifício, meu eterno presente.


(Jackson Angelo, em 27/10/2011; AMO VOCÊS)

Pincéis de Photoshop para fazer muitos tipos de barba e bigode

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Se quiser ou precisar colocar barba e bigode em alguma montagem, recomendo o conjunto de pincéis (brushes) de Photoshop de Peterplastic. No site dele, além deste excelente set, há muitos outros recursos gratuitos que podem ser baixados sem espera pelo Deviantart, o paraíso de artes digitais.
Abaixo o preview do set de pincéis; ao todo são 37 modelos.

Abaixo algumas fotos minhas com os pincéis. Não tenho barba nem bigode, mas com esses pincéis dá para despistar. Só que pelo resultado, obviamente vou continuar sem usar.KKKKKK!!




 

Se não sabe como instalar os pincéis, leia a postagem abaixo:

Eu aconselho que o pincel seja colocado em uma nova camada por cima da imagem original. Escolha o tamanho de pincel adequado. Com o atalho Ctrl + T você pode mudar o formato da barba de modo que fique mais adaptado ao formato e contorno do rosto.


Molduras para mensagens de amor

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

 As molduras abaixo são para mensagens e fotos de amor. Para baixar clique nas imagens. Servidor: 4shared. Uso pessoal.


  
   
 

Deixe o vento forte passar

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Quem trabalha ou o faz porque gosta ou porque precisa de verdade. Mas, há um contexto maior em tudo o que fazemos, que é a dignidade. Independente se somos forçados pela nossa necessidade a fazer, ou se o trabalho corresponde a uma paixão incontrolável de fazer algo em que temos todo sentimento de realização.
Ocorre que nem sempre as pessoas estão dispostas a ver e valorizar essa dignidade com que nos portamos naquilo que fazemos.
Imagine quando estamos dando o nosso melhor, quando estamos concluindo uma tarefa ou muitas tarefas pra lá de cansativas e aparece alguém que com uma palavra tira toda motivação. Uma palavrinha só pode colocar tanta coisa a perder. A cabeça se questiona: "já que o discurso é a partir de um erro, avaliar todo o trabalho e tudo que se processa nele por conta do tremendo peso que se dá muitas vezes a um erro besta, natural, pra que se esforçar mais? Pra que dar o melhor? Pra que se o que prevalece é a ideia negativa? Principalmente quando essa avaliação vem do seu chefe, que muitas vezes nem fala que compreende as dificuldades que você passa no setor, que não tá nem aí se algumas palavras ríspidas vão lhe doer ou não. Afinal, pode pensar ele: "Eu sou o chefe!". Essa atitude independe de filosofia, credo, religião, formação acadêmica, leituras ou falta de leituras. Grosseria e insensibilidade são qualidades impregnadas em muitas personalidades, de tal modo que nem podem reconhecer essa realidade como tal. Para eles é normal usar as palavras vazias de humanidade, já que um outro ser humano para eles passa a ser uma mera existência, tal qual um relógio programado para girar 24 horas por dia, obedecendo aos ditames de segundos, minutos, horas e dias.
Responder muitas vezes pode representar cortarem sua cabeça. Claro que se fôssemos ricos e não dependêssemos dessas relações de subserviência talvez ficássemos iguais a esses chefes e chefões: insensíveis, falando o que quiser, do modo que quiser, aproveitando toda oportunidade para fazer visível o desprezo, frivolidade e antipatia com uma pessoa. Eu prefiro acreditar na dignidade, na minha dignidade.
Cada um dá o que tem. Não posso deixar, na minha opinião, que a insensibilidade e o ato de agir em relação a outro ser humano fique desprovido de empatia. Lembra-me de uma cena da saga Guerra nas Estrelas em que um jovem guerreiro (Skywalker) luta com o seu principal inimigo (Darth Vader) e a forma deste inimigo começa a fazer parte do jovem guerreiro também.
Ao invés de haver um reconhecimento em algum dia pelo esforço sincero depreendido, já que muitas vezes o salário nem de longe justifica nada, a palavra descuidada, se é que foi tão descuidada assim, começa a fazer seus efeitos. Primeiro, assustam, depois angustiam, daqui a pouco escravizam a cabeça e o coração. Se não há reconhecimento nem modos de considerar, por que é tão fácil machucar? Tornar pequeno e desvalorizar seu trabalho ou ter uma crítica de desdém em relação ao seu modo de agir e pensar?
A dignidade, a sensação, a certeza de estar agindo com o melhor propósito começam a ser capturadas pela indignação, pela vontade de dar o fora, de nem ligar para o que está sendo feito. Se o importante é o erro, que o erro prepondere então. Não é o erro o principal critério de avaliação, ainda que seja mínimo?
Creio que seja preciso lutar contra essa força, porque ela vem mesmo. É preciso deixar o vento da incerteza, da revolta, da raiva fulminante, do instante em que a faca entrou profundamente e vozes de todo tipo de guerra e luta convidam para um embate acirrado, destrutivo.
Muitas vezes é mais inteligente deixar o vento passar... assim, não ficamos iguais ao que nos agride.

02 molduras para caixa de presente e envelope

Essas duas montagens têm como tema aplicar um envelope a uma montagem. No canto do envelope ou se põe uma imagem/fotografia ou uma mensagem. O local pata foto é transparente.

A primeira caixa com envelope é do site http://aramisdream.deviantart.com/, a quem pertencem os créditos. Foi feito a partir de um vetor, com licença Creative Commons. Adaptei o trabalho com a mesma licença. Recomendo este site de recursos para montagens, vá lá tem muita coisa útil.

O segundo envelope foi feito a partir de um vetor do site http://www.dapino-colada.nl/vector-heart-box-incl-ai, com licença do tipo Creative Commons. Pelo que atribuo a mesma licença.

Abaixo uma prévia de como ficarão asd montagens. A foto é do meu irmão e de sua família.




Para baixar as montagens abaixo, apenas clique nas imagens. Servidor: Blogger.

Obs.: O formato é PNG, mas não garanto que o Blogger tenha conservado resolução de 300 DPI, mas basta redimensionar o tamanho para menos e a resolução para mais, de modo proporcional, caso isto aconteça.





Com dividir uma imagem em partes iguais com o Photoshop

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Neste tutorial vou ensinar como dividir uma imagem em partes iguais com o Photoshop. Isto é, basicamente vou ensinar como usar as ferramentas adequadas para colocar divisões na imagem. Este recurso permite que seja possível demarcar guias e aplicar efeitos em áreas específicas, sendo áreas demarcadas com o mesmo tamanho.
Esta técnica, entre outras possibilidades, é muito útil para:
1 - Projetos que exigem divisões de imagem, como panfletos, convites, cartões, folders com duas e três dobras, e projetos similares;
2 - Fazer texturas que exijam espaços iguais demarcados em uma imagem, como uma textura xadrez ou formada por linhas, por exemplo;
3 -  Dividir a imagem em quantas partes for necessário; etc.


Uma eficaz ferramenta do Photoshop para efetuar a divisão de uma imagem em partes iguais é a ferramenta chamada slice (Ferramenta fatia em português). Ela é muito utilizada para trabalhos com design de sites. Mas, neste caso, vou ensinar como se aproveitar das fatias e estabelecer divisões iguais na imagem. Para isto, além da ferramenta slice, será ainda utilizada a ferramenta de selecão quadrada (ferramenta letreiro retangular, atalho letra M). O ícone da ferramenta slice (fatia) é o que está marcado na imagem abaixo. O atalho é a letra C. No caso, é a segunda ferramenta da caixinha. O ícone da ferramenta letreiro retangular é o segundo ícone em forma de um retângulo tracejado.


 Vou tomar como exemplo uma foto minha que quero dividir, por exemplo, em quatro partes iguais. Basta selecionar a ferramenta slice e com ela clicar com o lado direito do mouse em cima da imagem. Abre-se então uma caixa de opções de fatias (pedaços, partes da imagem). Clique em "Dividir fatia...". Observe a imagem abaixo:

Feito isto agora estabeleça o número de divisões desejadas para a imagem. As divisões tanto podem ser feitas na horizontal ou na vertial e até em ambas, isto é, na vertical e horizontal. No caso da minha foto, resolvi para efeitos de prova dividi-la em 5 partes iguais na vertical, conforme mostra a imagem abaixo:
 
Veja que o campo de cima define a divisão em partes iguais na horizontal. E o segundo campo divide a imagem em partes iguais na vertical. Escolhi o valor cinco, No caso, pode ser escolhido valores bem maiores.
Feito isto, agora com a delimitação posso com a ferramenta de seleção retangular (letreiro retangular), selecionar as partes divididas na imagem e aplicar efeitos. Basta selecionar a ferramenta e com cuidado encaixar o quadrado na primeira área dividida de modo que o pontilhado fique exatamente circundando a área dividida pela ferramenta de fatia. Vai ficar conforme imagem abaixo:

Agora, posso ir aplicando efeitos em cada área. Para efeitos de demonstração, fui selecionando área por área. Importante dizer que para desfazer a seleção basta clicar Ctrl + D. Em cada área selecionada apliquei um preenchimento de cor, a 25%. Quando terminei de aplicar o preenchimento em cada fatia, selecionei a ferramenta de fatia novamente e cliquei com o lado direito do mouse sobre a imagem e selecionei "excluir fatias", conforme imagem abaixo.
 
 
Fiz este procedimento, porque se não cada fatia seria salva como uma imagem diferente. Como o objetivo é obter uma imagem só, procedi deste modo.O efeito final foi o da imagem seguinte.
 
 

Espero que o tutorial tenha sido útil. 
(Jackson Angelo)

Você acredita em antivirus ou internet seguros?

Vou expor algumas razões pelas quais não acredito em nenhum sistema antivírus com firewall ou não, programa ou ambiente de internet totalmente confiável e seguro:
1- Existe um monte de sites que oferecem senhas de usuários com seus nomes de usuários correspondentes, fato que permite que qualquer internauta se apodere destas senhas e atualize seus antivírus. Isto ocorre com vários deles, mesmo os considerados, tão alardeados como mais seguros.
Faça uma busca no Google ou outro buscador por sites com senhas (passwords) e nomes de usuários (usernames) de antivírus e achará muitos deles. Talvez na hora de acesso o antivírus bloqueie o site, mas o processo de desbloquear ou permitir acesso online é muito fácil, bastando configurar o programa de proteção.
Como alguns conseguem estas senhas e nomes de usuários deve ser muito simples, pois muitas listas são atualizadas diariamente.
Isto não acontece apenas com programas. Mesmo os sites que oferecem serviços comerciais sofrem este tipo de ação. Nas redes sociais, como no Orkut, por exemplo, há até comunidades que compartilham senhas haqueadas de sites comerciais. Fora um grande número de sites que oferecem senhas, principalmente para sites pornôs, que são, conforme o que tenho lido, os mais procurados neste tipo de acesso indevido.
2 - Até os hospedadores de arquivos sofrem com isto. Já há sites, principalmente em língua inglesa, que disponibilizam o email e nome de usuário que permite acesso a algum destes serviços, tais como Filseserve, Letitbit, entre muitos outros. Já houve casos de programas que geravam links do tipo premium para estes serviços. O link premium é o link de quem compra uma conta em um destes serviços. Este link premium não possui limitações. Outro método recentemente adotado por estes sites é o de inserção de cookies destes hospedadores de arquivos.
3 - Existe um monte de sites do tipo "hackers" que disponibilizam informações de como quebrar proteção de programas, de sistemas de segurança, de como invadir redes, como fazer vírus, etc. As constantes notícias de sites invadidos dá uma ideia do que seja este fenômeno.
4 - Instalar um programa do tipo keylogger em uma máquina é muito simples. O keylogger é um tipo de programa que armazena todas as informações digitadas no computador, sites acessados, conversas de msn, e até captura as imagens dos processos ativos do computador, etc. O usuário da máquina desavisado dificilmente notará a presença deste programa.
5 - Existem sites que capturam senhas com métodos de captura de hash. Não entendo como se dá isto, pelo que pesquisei há programas específicos paraesta captura. Pelo que se torna menos difícil vincular esta senha a um nome de usuário. Veja esta site: http://hashash.in/. Ele é a maior base de hash da internet, crescendo continuamente. Acesse e note como as bases de dados possuem junto ao hash algo parecido com senhas. Centenas de milhares destes "algos parecidos"!!
6 - Para usar os programas do tipo shareware, trial, ou que tenham proteções e limites de uso quando são comprados, há um monte de sites que disponibilizam ferramentas como:
6.1 keygen - é um gerador de códigos de ativação para o programa desejado; basta colocar o nome de usuário e o keygen (gerador de chave) cria um código de ativação.
6.2 crack - é um programa utilizado para craquear o programa, isto é, remover as limitações do programa, de modo que não se precise fazer mais nada, basta seguir as instruções. Alguns deles exigem a cópia de alguma dll para o programa.
Todos estes dispositivos criam uma cultura bem singular. Os cracks e keygens geralmente vêm acompanhados por um arquivo do tipo info. Neste arquivo estão dados importantes, como versão do programa, modo de craquear, etc. Alguns grupos de hackers se unem apenas para isso: disponibilizar o acesso deste programas como forma de diversão ou até curiosidade intelectual (opinião minha). Nestes arquivos do tipo info geralmente vem o nome do grupo hacker. O nome é feito com um tipo de ascii art. Sabe aqueles "desenhos" feitos apenas com letras?!!
É comum ainda que alguns destes arquivos como o keygen ou crack venham com um tipo de arquivo musical chamado midi embutido no programa. O midi é muito leve e, neste contexto, geralmente são do tipo dance ou pop.
7 - Alguns sites da internet, do tipo redes sociais, não conseguem ter controle sobre o uso das senhas dos seus usuários; assim, por exemplo, alguém obtém sua senha de uma certa rede social e usa noutro computador ao mesmo tempo, nem isto é avisado ou impedido.
Deve haver muito mais coisas que permitiriam dizer que o universo digital ainda é muito inseguro. Tanto para as empresas que perdem milhões com vendas de produtos, quanto para os usuários, vamos dizer, sérios, que compram seu antivírus, pagam suas assinaturas, pagam pelo serviço de um hospedador de arquivo, pelo acesso e um site, etc.
Até com o chamado comércio digital é preciso tomar muito cuidado com as fraudes, com os serviços oferecidos, com as promessas de enriquecimento e ganho fáceis.
Por estas coisas aparentemente pequenas, é possível dizer sem medo de errar que o mundo da internet ainda é muito inseguro. Tanto mais se se levar em conta que até os programas de proteção são passíveis de serem craqueados, e até as senhas dos usuários que pagam pelos serviços não parecem ser bem monitoradas.
Quão fácil é uma pen drive ser contaminada com um alguma praga digital.
Pior do que toda esta periculosidade inerente ao meio, quando até o que deveria nos proteger de invasões demonstra sistemas ineficazes de resguardar seu próprio usuário, é a falta de conhecimento em questões de segurança do usuário de internet e de computador.
Mesmo nas escolas, pelo pouco que vi e pelo que costumo conversar com alguns estudantes, não há informação nas escola sobre a questão de segurança, de como se proteger dos vírus, de como contornar uma infecção, etc.
Assim mesmo, acredito que o pouco que se conquistou em termos de segurança na internet se deve ao "estranho sucesso" de pessoas que roubam senhas, nomes de usuários, infectam o computador de alguém, etc. Isto é, há todo um processo do mal, mas é possível um processo evolutivo do bem por conta desse mal. Se as falhas não fossem mostradas, se as possiblidades não fossem friamente expostas e as vulnerabilidades postas à prova, não se teria evoluído na questão de segurança na internet e nos computadores de modo geral.
Creio que a educação das crianças deva englobar todas as questões possíveis de segurança, não só na internet e com o computador, mas na sua vida pessoal e social, principalmente porque os tempos atuais são marcados por muitas fraudes, violência, pelas piores más intenções, etc.



Base de calendário 2012 em PSD e vetorial gratuito

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Essa é uma base de calendário feita por mim, já inclui feriados nacionais. Está nos formatos PSD, AI vetorial e PNG transparente.
O arquivo PSD é totalmente editável. Você vai poder alterar todas as letras, pois as fontes estão inclusas e prontas para edição ; inclusive posição dos meses, aplicar estilos, texturas, backgrounds, redimensionar, etc.
É apenas a base. O arquivo vetorial é para quem sabe editar e também está totalmente editável. O arquivo PNG está pronto para uso, bastando inserir sobre a foto ou local desejado.
Para uso pessoal e comercial.

Formato PNG, clique na imagem abaixo:

Formato PSD clique na imagem abaixo:


 
Formato vetorial (AI), clique na imagem abaixo.




Como numerar uma monografia no Word

Para quem não sabe também trabalho com formatação e revisão textual de monografias,  isto é, não faço a monografia, apenas a formato de modo que fique conforme as normas da ABNT. E também elaboro apresentações de slides para trabalhos acadêmicos. Pelo que, por muitas outras razões, estou planejando um blog na área de educação já para março.
Essa foi uma dificuldade que a maior parte das pessoas que conheço e até eu mesmo no início sofri: numerar o TCC sem ter que salvar o arquivo em duas partes.
Este tutorial se baseia no Word 2007. Nele vou ensinar como inserir a numeração em uma monografia a partir da introdução sem deixar a parte pré-textual com numeração. Geralmente, muitos pessoas que estão redigindo o seu TCC (Trabalho de conclusão de curso) ou mesmo outros tipos de trabalhos acadêmicos sentem dificuldade neste tipo de formatação. Por isso, muitos deles fazem assim: salvam o arquivo do TCC em duas partes: uma para ser numerada, que é a parte que vai da introdução até o final; e outra para não ser numerada, que corresponde à parte pré-textual. Assim, na hora da impressão conseguem entregar com obediência à norma de numeração da ABNT.
Vale lembrar que conforme normas para trabalhos acadêmicos da ABNT, a monografia ou TCC são numerados a partir da introdução.
O método é simples:
1 - Posicione o mouse na frente da palavra introdução, que é o título do capítulo;
2 - Vá no menu de layout e escolha quebra > quebras de seção > próxima página
Observação: para facilitar a visualização da formatação do documento, clique no controle de parágrafo (mostrar tudo), atalho Ctrl + shift + * (asterisco - símbolo acima do 8);
3 - Vá no menu inserir > número de página > Formatar número de páginas. Na caixa que abrir escolha, procure por numeração de página > iniciar em: escolha 0 (zero); este valor é escolhido porque a primeira folha da mono não é contada como sequência da numeração da monografia;
4 - Vá com o mouse para a primeira folha da monografia. Dê dois cliques na parte do cabeçalho. Esta parte é acima da primeira linha de qualquer página. Agora clique em inserir > número de página> início de página. Escolha a que o número estiver no canto superior direito.
5 - Agora volte para onde está o início da palavra introdução no capítulo introdução, onde foi introduzida a quebra de sesão. Dê dois cliques na área do cabeçalho. Vai aparecer a informação: "mesmo que a seção anterior". Vai aparecer no menu Design a opção marcada "vincular ao Anterior". Desmarque essa opção apenas clicando sobre ela.
6 - Agora vá no início da monografia onde está o número 0 (zero) da primeira seção, na capa da monografia e delete o número zero. Basta selecionar o zero e deletar. Lembrando que para trabalhar, formatar a numeração é preciso sempre clicar duas vezes rapidamente na área de cabeçalho.
Pronto! O trabalho já está com a numeração formatada de acordo com as normas da ABNT. Daí não precisa salvar o arquivo em duas partes.
Pelo desculpas pelo vídeo sem narração, mas não gosto muito do modo que narro, então apelo para os textos e legendas. Espero que ele seja útil.


Sonhar é um remédio não uma doença

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Um momento para mim
Um momento para ver de que cor é a luz que ofusca meus olhos
E me faz ver o que tanto me condeno a não ver
Vou deixar as horas passarem enquanto não quero fazer nada
Enquanto nada atrai meus pensamentos
Enquanto os sentimentos estão todos misturados
E me embriagam
Coragem pra assumir pra mim mesmo que é tão pouco o momento
Que é tão confuso que não dá motivos para me preocupar
Parece que só quero dançar até desmaiar de tão bêbado com meus sentimentos
A não ser que os gritos ecoem em meus gestos
Tanta coisa passa na cabeça
E essa tanta coisa é demais pra mim
Sei que muitos suportam muito mais
Mas estou em mim e isso me deixa fora de mim
Como faz falta um fato rompante
Que mostre que isso tudo é tão vão
Muito mais do que imagino
Procuro todas as músicas boas que conheço
E nada me faz mover um dedo
Nada me faz mover os lábios
Esse sono que não chega
Esse sono que impõe limites
Esse sono nos deixa todos iguais
Passarei horas e até dias sem dormir
Até encontrar esse sono que me leva aos sonhos
Que faz com que eu não pense em nada
Mesmo dormindo meu coração continua falando
Há um sonho para viver
Há uma música para cantar
Há ainda algo que como tufão pode sugar toda construção da realidade
Sigo acreditando no impossível
E continuo encontrando no possível novos átomos e partículas
Que transformam meu universo
Que despedaçam um planeta em novos cosmos
Lá fora e aqui dentro do peito, os meteoros rapidamente são apenas cavalos alados
E voam mansamente na imensidão de mares misteriosos
Onde ouço cantos os mais maviosos, mais profundos
E meu pranto orvalha meu semblante como diamantes da mais sincera humanidade
Passeio em jardins cujos perfumes neutralizam toda tristeza
Sonhar, enfim, é um remédio e não uma doença

(Jackson angelo, embriagado de sentimentos)


E-mail marketing - campanhas cansativas, chatas e indesejáveis

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Ultimamente tenho recebido uma porção de emails de campanhas de marketing, os quais não me lembro de modo algum de ter solicitado.
Todas eles vão parar na minha caixa de spam. Mas como alguns emails são, na verdade, considerados spam pelo robot do servidor de email, tenho que verificar a caixa de spam para resgatar emails de pessoas que me contactam ou até de grupos dos quais participo.
Estes serviços de envio em massa de email utilizam basicamente a mesma estrutura de email, com a mesma formatação, quase sempre com assuntos da mesma área de interesse. Eles oferecem a possibilidade de remoção do envio no final do email, alegando que estou inscrito em sua base de dados, mas eu NUNCA soliticitei nenhum tipo de envio por parte deles. Logo, posso considerar que constituem uma prática de spam. Embora o conteúdo possa ser considerado verdadeiro, não considero legítimo o modo como alegam me enviar e reenviar, sempre com endereços diferentes de sites.
Uma vez que tenha solicitado remoção do meu email da lista de envio de um site desses sites, logo aparece outro site, enviando o mesmo tipo de conteúdo para o meu mesmo email.
Abaixo uma típica formatação do final deste tipo de email:


É super-chato! Consomem tempo, tiram a paciência e ainda nos obrigam a clicar sempre em um link com um tipo de remoção que, segundo informações dos próprios sites, pode levar até 48 horas.
Vou agora enunciar alguns sites de onde se originam estes emails indesejáveis, que me anunciam promoções e serviços, mas que não são de modo algum algo pelo qual tenho interesse:

http://planetalite.com.br
http://fmz.fmzmidia.com.br
http://news.meec3.com
http://webbmc.com.br
http://www.b2.emailservidor.com.br
http://sistema.directclick.com.br
http://pensanet.com.br/
http://bplusweb.com.br
http://tecnopati.com.br
http://pjclio.com.br
http://eletromast.com.br
http://base1.guiamd.com.br
http://www.gunter.in
http://kiplane.com.br
http://sishotline.com.br
http://ltrmstudio.com.br
http://carteiro.microfficeinformatica.com.br
http://64.15.143.153/mkt2/unsubscribe
ETC.

Consultando um serviço de whois (serviço para identificar proprietário dos sites), constatei que vários destes sites possuem em comum o mesmo proprietário; não divulgo o nome deles aqui porque ainda tenho algum senso ético. Esse fato de pertencerem às mesmas pessoas me permite dizer que estes sites, com ligeiras variações, formam um esquema de envio de mensagem não-solicitada. Acho a prática abusiva.
Se quiserem verificar, basta copiar o endereço dos sites acima, sem o http:// e comprovar por si mesmos a propriedade dos mesmos. Muitos deles, insisto, têm o mesmo proprietário.
Que me perdoem os donos destes sites, mas esse tipo de prática não considero justificável. Os emails são até bem-feitos, mas não acho necessário abusar deste tipo de atitude. Se não quero receber a campanha, não precisam criar quatro, cinco, dez sites com nomes diferentes, para quando eu não aceitar receber mais emails de um destes serviços, receber a mesma coisa de outro. Não leva o usuário a nada, a não ser gastar tempo e ficar impaciente. Com o tempo, começa a feder, não atrai o usuário que não deseja receber, é só uma questão de bom senso.


Molduras para Dia das Crianças

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Molduras para Dia das Crianças. Para baixar clique nas imagens. Servidor: 4shared.


















 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe