Pesquisar neste blog

Na hora da faxina da vida

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Na hora da faxina da vida, não se pode pensar em reaproveitar lixo nem no que possivelmente em pouco tempo será lixo nem em algo que nunca teve valor de verdade.
Suas companhias e amizades que costuma andar e conviver podem até representar um impedimento para as mudanças que seriam a razão de sua faxina. Então, as amizades são um problema a partir do momento em que significam caminhar na mesma direção e no mesmo sentido daquilo que seria o motivo de bagunça, desequilíbrio, sujeira e desorganização na sua vida.
Outro passo importante é a mudança de hábitos, pois muitos deles podem atrasar nossa vida naquilo que ela tem de mais importante: as responsabilidades, os trabalhos, os problemas e situações que precisam ser corrigidos, finalizados, concluídos. O horário de dormir e acordar, o horário das refeições, os dias que podemos descansar e os dias em que devemos trabalhar. Nenhum hábito deve impedir o bom e eficaz aproveitamento do tempo, principalmente no cumprimento de suas obrigações. O hábito de beber, de ir pras festas, de acessar e interagir nas redes sociais, de falar por muito tempo ao celular sem necessidade, entre outros, cada um deve aprender a identificar e consertar, controlar os hábitos que impedem o devido andamento, atualização, avanço na sua vida.
É preciso equacionar e remediar tudo que representa atraso, ou não terá o avanço desejado.
Faxina é coisa séria, principalmente a da vida pois envolve corpo, cabeça, alma, ambiente, amizades, estilo de vida e convida a um árduo, penoso, mas gratificante trabalho.
Importantíssimo nessa faxina é a decisão de limpar mesmo sua vida, em nome de sua paz de espírito, de consciência.
- Jackson Angelo, 2014 e releitura em abril de 2017
 

Quem quer atravessar os mares, não se contenta com banho de praia apenas

quarta-feira, 12 de abril de 2017

https://creativecommons.org/publicdomain/zero/1.0/deed.pt - Pixabay

Não perca tempo. Se é intensa sua alma, procure o que seja intenso, sem pontos, vírgulas, interrogações demais e interjeições de menos. Não se contento com um pedaço de bolo, se quer o bolo inteiro. Não se contente com um banho de praia, quando quer atravessar os mares. Não se contente em ver estrelas quando sonha pisar nelas. Não se contente com quem nem olha em seus olhos quando vc quer conhecer a alma por completo. Não se contente com barulhos se quer um dia de completo silêncio, tem que ter um lugar em que o barulho não seja regra. 

O mundo tá aí pra ser vivido, descoberto, incomodado, claro que com a necessária cautela. O tempo passou mais uma vez e você vai continuar adiando sua própria chance de viver sua vida conforme a intensidade de sua alma? E agora passou de novo e o tempo vai continuar nesse rumo sem parar, sem poder voltar atrás.

Quero ficar com cara de céu e não de tristeza

quinta-feira, 2 de março de 2017

Montagem: "Cara de céu", Jackson Angelo, 02/03/2017)

Certamente no céu ninguém vai ter cara de tristeza nem raiva nem angústia nem desconfiança nem preocupação. Lá as pessoas vão rir, vão ser felizes como nunca sonhariam.
Jesus, me dê cara de céu. Queria nuvens, sóis, estrelas, pássaros e tudo que povoa o céu no meu olhar, na minha alma, na minha face.

(Jackson Angelo, 30 de setembro de 2014)

História do meu coração quebrado

Montagem: "Coração quebrado", Jackson Angelo, 2017


Foi no tempo que eu não sabia de nada: "eu já sabia tudo!"
"Vc me fez entender tudo que precisava pra viver!"
Morrer assim era questão de tempo
Em tudo: você e em nada eu estava
Tão longe eu de mim mesmo como quem nunca nasceu
Como um fantasma de alguém que nunca existiu
Quando a coroa pesava eu nem sabia quem era
O reinado aumentava, a escravidão cega dominava
Rosas em forma de cruz
O perfume inundava o ar, era o meu sangue coalhando
Então morri e acordei
Agora "já não sei de nada cada dia mais": juízo

(Jackson Angelo, 03/11/2014)

Tem respostas que não precisam de palavras


Imagem: Jackson Angelo
Uma coisa a experiência ajuda muito:
tem respostas que não precisam de palavra alguma.
(Jackson Angelo, em 04/11/2014)

Estrelas brilham, mas não tem vida

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017


Imagem: arquivo distribuído por https://www.freevector.com, com licença do tipo
https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/

Estrelas brilham, mas não tem vida

As estrelas sempre brilham, mas não têm vida. O sol reina, ferve, fervilha, nutre a terra e seu funcionamento, é de um esplendor incalculável pela garantia de sobrevivência que dá a todos os seres do mundo, mas ele não vive, não tem sentimento, não pode medir a si mesmo, não pode optar por nada, não chora com as perdas nem sorri com as vitórias. Não se apaixona, não tem esperança ou desespero.
Viver, sentir, brilhar, ter alma, construir significados, questionar consigo mesmo, com os outros, com todo mundo e toda história. Isso tudo só nós que não temos luz física própria podemos fazer. Isso, sim, é luz, energia. Cabe a nós usarmos essa luz, essa possibilidade de inventar, reinventar, de viver, de pensar da melhor forma possível e até loucamente ou ainda não pensar, para sermos felizes do modo mais saudável possível.

(Jackson Angelo, dezembro de 2014)

Se só existissem animais e o homem não?


Não reclame do ser humano em geral. Se só existissem animais você ia falar com quem? Qual gato, vaca, macaco escreve livros, produz filmes, inventa receitas deliciosas?
Você aprendeu a falar com quem?
O que existiria se não existissem seres humanos? Sei, tudo coberto por selvas e animais e mais animais. Seria lindo um mundo sem seres inteligentes. Sei não haveria bandidos, corruptos, estupradores, hospitais lotados, SUS, mentes insanas e perversas. Mas o mundo não é só feito de gente ruim e fútil, que estragam a paz e a existência, que dão medo e nojo.
Só se o bem não existisse, então, nada faria sentido e todos se matariam ao mesmo tempo.
Se você não existisse qual animal pensaria em ter você? Cuidar de você? Ter você por perto ou em sua habitação?
Quem ligaria pra você? Trocaria mensagens? Com quem conversaria?
Com quem brincaria? Dividiria momentos e conhecimentos?
A quem criticaria? A quem admiraria?
Quando estivesse com doenças graves quem cuidaria de você?
Eu acho que só quem não conhece e acredita no amor pode imaginar que apenas os animais são bons e que nisto todos são superiores aos seres humanos.
Pra vários animais somos nada menos que um prato de comida. Sei, é instinto. Mas e se eles tivessem inteligência e nós não? Não teriam nenhuma vaidade ou inclinação à maldade, traição e perversidades? De alguma forma, seríamos atrações em parques, animais de estimação, teríamos caçadores, seríamos objetos de troca e venda etc.
É muito engraçado que um cachorro lhe peça com os olhos tudo que você come, e depois sai de perto de você pra não dividir nada. É engraçado!
É instintivo que a serpente lhe pique, que os mosquitos acabem com seu sangue e transmitam várias doenças. Que os ratos invadam seu armário em busca de comida.
Até os animais como os cachorros têm rixas com outras espécies. Muitos são inimigos naturais. Mas é só instinto, não existe nada de ética no que fazem. Não há que se julgar se é certo ou errado. É preciso respeitar que eles não agem sob valores éticos, embora existam exemplos de comoção, fidelidade, misericórdia, união, entre outros valores.
Mas, resumidamente, o que penso é que não se pode condenar a humanidade e como se fosse inferior aos outros animais, como se ninguém prestasse e fossem todos maus e capazes das piores atrocidades. Existem pessoas conscientemente boas e outras conscientemente más e ainda os que se situam no meio-termo: sabem quando o mal e injustiça são praticados e preferem o silêncio e abstenção.

Um mundo dominado pela super-mãe (conto rápido)


Imagem: logotipo super-mãe, por Jackson Angelo (2013)

Neste novo mundo, uma super-mãe controlaria seus filhos por meio de chips especiais implantados no DNA de cada pessoa e que ainda comandariam o metabolismo e a vontade humana.
Quando houvesse um impulso de raiva, o chip enviaria sinais ao cérebro para deter completamente o impulso.
Doenças? Não. A super-mãe protegeria a todos com controle absoluto, de modo a criar um sistema imunológico perfeito e intransponível.
Cansaço, roubos, inveja, corrupção, vícios, apego à sexualidade, psicoses, religiões, divisões, envelhecimento? Não! Um mundo novo, sem defeitos, sem rivalidades, sem contrastes, com máquinas inteligentes fazendo todo trabalho pesado, todos em prol de uma causa comum: a unidade. Apenas as almas muito fortes conseguiriam furar o "confortável" bloqueio da super-mãe.

(Jackson Angelo, em 08/12/2014)
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe