Pesquisar neste blog

Moldura com Marlin e Dory de Procurando Nemo (PNG)

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Esse sou eu no meio da montagem; devia ter posto um casal, mas faltou paciência de procurar.
O efeito de coração procura imitar uma bolha, e tem um leve azul sobre a área transparente pra dar um tom meio parecido com a água.


As camadas dos peixinhos foram extraídas com o Photoshop, especificamernte com a ferramenta pen tool. É um método de extração que exige mais paciência, porém o resultado é superior em todos os sentidos. Ele praticamente não deixa serrilhados.
Pra evidenciar isso, fiz duas extrações. A primeira com a varinha mágica e a segunda com a pen tool. Notem as bordas ao redor de cada um dos peixinhos. As do segundo estão sem serrilhado (se clicar na imagem e abri-la no tamanho real vai notar melhor a diferença).
Isso é importante porque essas bordas vão aparecer na impressão. Assim, se for fazer para impressão, é recomendável extrair a imagem desejada com a pen tool.



Para baixar a moldura 15x10 cm; 300 DPI, PNG, clique na imagem abaixo:

1 - Como montar com Photoshop:
http://jacksonangelo.blogspot.com/2009/03/tutorial-como-colocar-fotos-na-moldura.html
2- Como montar com o Gimp:
http://jacksonangelo.blogspot.com/2009/11/tutorial-como-juntar-foto-e-moldura-no.html
3 - Como montar com o Artweaver:
http://jacksonangelo.blogspot.com/2009/11/como-montar-foto-com-moldura-com-o.html

4 - Dicas de impressão (se pretende imprimir recomendo que leia):
http://jacksonangelo.blogspot.com/search/label/impressao

07 molduras para fotos especiais (PNG)

Para baixar clique nas imagens (4shared)!



Um final feliz ainda que seja adeus

Poesia para uma amiga. Pode até parecer triste, mas é um final feliz. Não do tipo hollywoodiano em que um casal termina junto e feliz pra sempre.
As histórias antes de terminarem tem um começo, um meio, todo o desenrolar de uma história. Acontecem coisas importantes e banais. Sonhos e expectativas podem ser ou não correspondidos.
Há histórias que são intensas, mas sabemos não ser eternas. Contudo, enquanto elas duram são fonte de diferentes alegrias e ricas em experimentações.
Há finais que são esperados, que podem vir de uma hora pra outra. Quando finalmente acontecem os últimos instantes, podemos nos assustar, mas não nos desesperar.
O ideal é que o coração tenha cumprido suas múltiplas e (às vezes) contraditórias funções de amar, de viver, de sentir, de se entregar aos sentimentos que lhe invadem, a fugir de alguns, aprender a dominar outros, dosar as reações diante dos fatos.
Encontramos reações gigantes para coisas que descobrimos ser tão pequenas e sem sentido. Desocbrimos tesouros onde podemos ter atirado muito lixo. Encontramos Deus onde não gostaríamos, e onde sempre o pusemos podemos descobrir que ele não estava ali. Não digo isso como regra, mas é certo que mesmo no tocante à fé, podemos nos enganar em um instante e mais tarde enxergar o erro. Creio que seria edificante fazer o que for possível para corrigi-lo.
Vamos nos deparar com surpresas. Fazemos e pensamos coisas que nunca imaginamos antes: somos capazes de amar e de odiar. Somos capazes de ser muito verdadeiros e de esconder tudo.
Enfim, o sol lança raios que confortam a pele, mas há instantes em que os raios de sol queimam, cansam, até que o sol baixa e os seus raios já não queimam.
Há um instante em que não suportamos olhar pra o sol, mas há um instante próprio em que o vemos em um resplendor inigualável, quando ele vai descansar tendo feito fielmente o seu serviço.
Então, acho que há relacionamentos que nos enriquecem, nos ajudam a descobrir mais de nós mesmos, porque se relacionando apenas conosco mesmo não nos pomos à prova, e o coração fica muito limitado a uma visão, a uma linha de ação e pensamento.
Deixo essa poesia para minha amiga.


O eterno instante
O último beijo
Liberdade
O eterno sentimento
O ar a encher meus pulmões
A esperança a encher-me de motivação
Foi um breve momento
Nenhum pouquinho mais
Acabou
Sem aviso se foi o meu amor
Do pingo d'água fiz uma cachoeira
Do grão de arroz fiz um banquete
Deste último beijo fiz minha história
O eterno instante
A mão sobre as minhas
O corpo leve sem temor
O coração forte e alegre
Os olhos a brilhar
Sem saber que perderia o sol de vista
Acabou
Mas a felicidade é eterna
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe