Pesquisar neste blog

2 molduras simples de amor (PNG)

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Para baixar clique nas imagens (Mediafire)!


Fotobolo, fotoprato -bolos enfeitados com fotos comestíveis

Fotobolo - um bolo cuja superfície é uma fotografia, uma imagem impressa com um papel especial chamado papel de arroz, que é igualmente comestível.

Esse "novo" (entre aspas) tipo de técnica para enfeitar o bolo foi matéria inclusive do programa Fantástico, da Rede Globo.

Ela exige uma impressora especial que imprima a foto no papel arroz. Bolos cada vez mais personalizados só é que se vê nas festas de aniversário.
Imagine, se o tema da festa for de Puca, por que não constar no bolo uma imagem da aniversariante ao lado de Puca, numa moldura, por exemplo?

O que me chamou atenção pra esse assunto foi uma foto enviada pela minha amada amiga Sheila Jorge, que edita o blog catequistasheila.blogspot.com. Desenvolvemos um respeito mútuo e uma sincera amizade um com o outro. Ela gentilmente me enviou um fotobolo enfeitado com uma moldura, da festa de aniversário do pai dela, Lula do Rio.
Que idéia original não!? É mais uma utilidade para as molduras: ao invés de se colocar a foto simples no bolo, coloca-se um charme a mais na foto imprimindo-a com uma moldura. Ou se preenche o espaço pras fotos da moldura com textos criativos e elegantes. Vejam como ficou lindo! No espaço pras fotos foram colocados textos.


Para servir o fotobolo nada como um fotoprato, isto é, um prato confeccionado com a foto da pessoa homenageada.
Ainda não vi em minha cidade, Cabedelo, algum trabalho com essa técnica. Mas, conforme conversa com amigos, existem pessoas que fazem,mas não chega a ser popular.
O site www.fotobolo.com, com o qual não tenho qualquer tipo de vínculo, possui uma galeria de vídeos muito explicativos acerca dessa técnica, ensinando sua importância, técnicas para fazer, etc. O site oferece ainda um shopping onde se adquirem via internet os produtos necessários pra confecção de um fotobolo.

Sobre como usar o papel de arroz, catei esta informação no Yahoo respostas:

"O papel de arroz é um produto largamente utilizado na decoração de bolos, doces, pirulitos, etc. Nele se pode imprimir qualquer imagem com a utilização de tintas comestíveis, tendo o cuidado de utilizar somente aquelas que forem comprovadamente autorizadas pelo Ministério da Saúde.

1º. Passo: Aplicar, com uma espátula, uma camada fina de gel (Pipingel) no local onde for colocar o papel de arroz;

2º. Passo: Colocar o papel diretamente sobre a superfície do bolo (doce, torta, etc.) tendo o cuidado de colocar exatamente onde ele deverá ficar, pois não é possível retirá-lo para uma nova colocação;

3º. Passo: Finalize a aplicação passando outra camada de gel com a espátula sempre da esquerda para a direita, ou vice-versa, para acabamento e brilho.

Observação: Conservar o produto em lugar fresco, seco e evitar dobrá-lo.

A parede

A parede calada
A parede sem tinta
Desbotada
Fala dos dias que ainda não vieram
E talvez nunca chegarão
Fala da falta de amor
E de flores que murcharam sem água
A parede já pronta pra fixar sua base
Em um rio sem vida
Que carrega o tempo
E o final de uma história...
A parede que não sai do lugar
Que não anda
E não faz parte de nenhuma casa
De nenhum estado, cidade ou universo
A parede separando-me de mim mesmo
A parede nos separando
Muda, surda, cega
Sem nada a declarar
Como já condenada a apenas separar
(Jackson Angelo, em 22 de outbro de 2009; 21h57)

Mais 20 molduras temas diversos(PNG)

Para baixar clique nas imagens (Mediafire)

Marcadores possíveis: flores, rosa, BEBEZINHOS, bailarinas, infantil, Gráficos, templates, etc.




















40 molduras para fotografias (PNG) temas diversos


Unlimited Free Image and File Hosting at MediaFire
Unlimited Free Image and File Hosting at MediaFire

Pra chamar tua atenção

Pra chamar tua atenção
Gritei
Fiquei calado
Esmurrei a parede
Fiz um projeto de casa
Soprei contra o furacão

Pra chamar tua atenção
Te fiz chorar
Nunca te dei um sorriso
E sempre quis te fazer sorrir
Rastejei e agredi como serpentes
Voei como pássaros
Lati como cão
Viajei o mundo inteiro na ponta de uma ilusão

Pra chamar tua atenção
Quis ser você
Me perdi de mim mesmo
E todo dia já não sabia o que fazer
Apenas suplicava ao curso da história
Uma ligeira explicação
Te desprezei, meu coração esmagado
Meu rosto maquiado pra esconder minha dor

Pra chamar tua atenção
Fiz amizade com a noite
E a solidão me sufocava
Passei dias sem te ver

Pra chamar tua atenção!
(Jackson Angelo, em 22 de outubro de 2009, 10h16)

Sinal verde e sinal vermelho (montagens em PNG)

Download: clique nas imagens (Mediafire)


34 molduras em PNG (infantis e temas diversos)

Como fazer convites (em casa) para festas de 15 anos

Tradução: Jackson Angelo


Deixo claro que não sou o autor do texto abaixo. Eu o selecionei no site acima-mencionado. Não sou ligado nem asssociado a esse site. Também nem de longe colaboro com empresas ou profissionais ligados a festa de debutantes ou qualquer tipo. Participo apenas como convidado de algumas. A única motivação é atender internautas que pela internet me têm feito essa pergunta. Lendo o texto abaixo já é possível basicamente saber como e o que pensar na hora de projetar o convite de uma festa de 15 anos. Quanto mais ler e consultar outras fontes de informação a respeito melhor.

Passo 1 - Determine um esquema de cores para sua festa de debutante que você pode usar para combinar com os convites. A maioria das festas de debutante se limita à elegante combinação das cores de preto e branco, mas dependendo da debutante, você pode querer escolher cores fortes como rosa ou azul. Use as mesmas cores para as decorações da festa e dos convites.

Passo 2 - Utilize os modelos (templates) disponíveis através nos programas /editores gráficos que há no seu computador. Esses programas tendem a oferecer interfaces simples que permitem que você crie convites em uma variedade de estilos. Usando um programa de dedição gráfica, você pode personalizar o tipo de letra, cores, clipart e bordas decorativas para os convites que podem ser impressos em um computador em casa.

Passo 3 - Exiba os convites em papel e envelopes de alta qualidade para os convites da festa debutante, já que isso refletirá o requinte do seu evento. O dinheiro que você vai economizar em fazer seus próprios convites em casa ao invés de trabalhar com um designer profissional deve compensar os custos de aquisição mais cara, em papelaria de primeira-classe. Usando o tipo de papel correto, um convite caseiro pode facilmente passar como um projeto desenvolvido profissionalmente.

Passo 4 - Visite uma loja de papelaria ou de festa , a fim de obter idéias para o convites de sua festa de debutante. A maioria dessas lojas terão uma seleção cheia de cartões e convites a partir do qual se pode inspirar.

Passo 5 - Escolha uma fonte (de computador) elegante, mas legível para usar na sua festa de debutante. Fontes do tipo caligráfica (que inspiram caligrafia) são populares para este tipo de evento. Dependendo do número de convites que você precisa, considere fazer seus próprios convites personalizados com stencils ou caligrafia feita à mão.

Passo 6 - Inclua uma foto da debutante no convite da festa. Isso adiciona um toque personalizado ao convite e representa uma homenagem especial para o convidado de honra. Você pode ainda incluir uma foto do bebê e uma fotografia atual do convite para lembrar (fazer pensar/sugerir) aos convidados a rapidez com que a debutante amadureceu.

Espero que essa tradução ajude alguém.

Eu tenho um medidor no meu coração

Eu tenho um medidor pra medir as pessoas
Pra medir o quanto posso gostar delas
Pra medir o quanto devo me vingar de cada uma
E retribuir o mal que já me fizeram
Pra verificar a diferença de peso entre o bem e o mal
Do que cada pessoa já me fez
O mal. O mal fala tão alto!
A palavra que fere. Ela grita mais que mil de amor!
Assim meço as pessoas
Meço o quanto devo me afastar ou me aproximar delas
Meço o grau do meu perdão
Meço o tamanho dos meus presentes
Quando olhos as fotos dos meus amigos e parentes
Vou medindo cada uma em relação a mim
Em relação ao mal ou ao bem que me fazem
E como o bem fala baixo!
Como o bem é silencioso!
E por isso nem o ouço tanto!
Eu tenho um medidor na minha língua
Pra magoar, mesmo os que me amam
Pra amaldiçoar na medida certa da ofensa
E tirar a alegria, a paz de quem me agride
Eu tenho um medidor no meu coração
Que não consegue medir as razões da minha alegria
Mas só pesa dissabores, amarguras, derrotas e os erros
Essa balança tira o brilho dos meus olhos
Eu olho pra Deus e vejo nele também um culpado
Ainda que eu nada diga às pessoas
Acho que Deus poderia ter agido de outro jeito
Poderia ter punido com mais rigor os que me incomodam
Poderia ter me recompensado mais pela minha bondade
Eu tenho um medidor que mede também a grandeza de Deus
Que mede o amor ou menos amor de Deus
Por essa medidas e julgamentos
Por ter uma balança que só acumula pesos
Já não consigo movê-la
Como uma âncora, ela me deixa parado
Num mar de dor, mágoa e ressentimento!


Jackson Angelo, em 22 de outubro de 2009; 11h31.
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe