Pesquisar neste blog

Carregando...

Sobreviver e salvar a mim mesmo

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Sobreviver a mim mesmo. Não é difícil para uma pessoa mesmo insensata começar a descobrir que, muitas vezes, o seu mais forte empecilho, o seu principal problema é a administração de seu próprio eu.
Como vivo e penso o meu eu, o meu ser? O que posso dizer de mim mesmo?
O que há em mim que faz com que eu seja um inimigo da minha própria sobrevivência? Quero sobreviver? Quero mudar quando sei que é necessário?
Essa tempestade de perguntas pode invadir o pensamento. Creio até que esse questionamento DEVE invadir o pensamento. Esse pensamento deve perturbar, instigar a cabeça a direcionar sua energia para uma ação positiva.
Não do modo confuso, como se nada tivesse solução, reparo. É importante que eu não me culpe além do suportável, que tenha noção das minhas limitações. Preciso me ver e me cobrar consciente de que também posso errar e não há ninguém no mundo com um estado de perfeição suprema.
Se alcanço um nível de instabilidade, de descontrole devo lançar um projeto pessoal: SALVAR A MIM MESMO. Não no sentido bíblico. Digo no sentido de que devo tentar fazer o que for possível e estiver ao meu alcance para me ajudar, para me tirar daquela situação difícil.
Calado e parado não vai adiantar de nada. Antes só aumenta a angústia, podendo levar a um profundo estado de desespero.
"Salve a si mesmo", tenho que dizer na minha cabeça, quando os dias ficarem muito escuros. "Salve a si mesmo". Posso encontrar em mim mesmo o herói tão procurado quando desafio minha timidez, minha vergonha, minha culpa, quando estou disposto a não mais evitar o inevitável. Quando consciente dos meus erros e das dificuldades vou pesquisar as possibilidades.
Ainda que algo dependa de um milagre, então vou atrás dele.
Pensando e agindo assim, vou sobrevivendo a mim mesmo.

Obs.:a salvação falada aqui não exclui a procura da salvação em Jesus Cristo. Muito menos defendo que o ser humano por si só possa se salvar. Na verdade, é um incentivo para as pessoas que tem seus problemas muito fortes e precisam de alívio, para que elas acreditem em uma saída e s busquem. Que elas tentem se ajudar, não desistam. Eu me incluo entre essas pessoas.

Jackson Angelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe