Pesquisar neste blog

Como escanear e melhorar documentos com Photoshop

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Uma outra possibilidade muito útil do Photoshop é a melhoria de cópias digitais de documentos, principalmente dos documentos escaneados de folhas muito manchadas, velhas, e cuja intenção é escanear unicamente o texto.

1 - Para escanear um documento com o Photoshop é necessário ter um aparelho de scanner (ou multifuncional) instalado e funcionando. Para acessar o dispositivio de scanner, vá em File>Import (Arquivo>importar). Em import vão aparecer os recursos disponíveis para entrada de dados (scanner, câmera digital, etc.). Então, o nome do modelo da impressora vai aparecer na lista de opções. No meu caso, apareceu HP LaserJet M1120 e WIA-HP. Eu prefiroescolher o que não começa com WIA e possui o nome da impressora porque vai escanear com o software de scanner da impressora e dá mais possibilidades de configurar o processo de scanner.

Eu escaneei, para teste, a seguinte página:

Normalmente, escaneio documentos com resolução de 300 DPI; escolho nitidez média. Eu desmarco a opção restringir proporções a fim de poder escolher uma área quadrada de qualquer tamanho na imagem visualizada. Assim, o scanner só vai digitalizar a área escolhida.

Visto mais de perto o resultado vai ser o da imagem abaixo, com fundo meio escuro. Ocorre que no processo de digitalização de documentos, principalmente do tipo imagem, o papel afeta diretamente a qualidade de fundo. Se for papel meio fino que dê pra ver o seu lado inverso, isso afetará a imagem escaneada. O recuro a seguir demonstra como retirar esse ruído.

Alguns softwares de reconhecimento óptico (OCR) têm sérias dificuldades, dependendo das perdas de nitidez impostas pelo fundo escuro da imagem, de reconhecer cada letra (carácter) do texto escaneado. Assim, em um outro caso, posso antes de escanear como texto, tentar escanear como imagem no Photoshop e retirar as partes escuras do fundo do texto digitalizado. Na imagem acima não vai haver muita dificuldade, mas se fosse um papel mais manchado, com letras menores, haveria dificuldades.
Então, para diminuir esse fundo escuro da imagem, pode ser feito o seguinte: controlar os canais de cores da imagem. Utilize o comando Ctrl+L.

O controle superior em forma de triângulo de cor preta no centro deve ser utilizado com atenção. Se for direcionado o controle (triângulo) cinza em sua direção haverá menos difusão da cor escura e mais da cor clara. Se o controle cinza for direcionado mais para o lado branco haverá mais preponderância de cor escura. Vá deslizando os controles de preto e branco até que visualize a imagem que melhor se adeque ao que espera.

O resultado ficou o seguinte:
Se fosse uma imagem com menos nitidez e mais manchas esse processo seria igualmente eficiente. Obviamente, há manchas que corrompem mesmo o texto, nãoi sendo possível recuperar por programa, mas apenas manualmente.

No caso, se meu objetivo for salvar não apenas o texto para fazer reconhecimento óptico, mas também salvar como imagem colorida. Pode ser selecionada cada parte de imagem e aplicado o efeito de redução de ruído (noise).
Eu selecionei a área da imagem com a ferramenta de seleção retangular. Por que selecionar essa área? Porque isso indica que o efeito deve ser aplicado apenas naquela área. Após fazer a seleção, utilizei: Filter>noise>Reduce noise (Filtro>ruído>reduzir ruído). Escolhi Advanced (avançado). Channel (canal): red (vermelho); Strenght (comprimento): 10; Preserve details |(preservar detalhes): 0 (zero)


Com a segunda imagem, utilizei os mesmos parâmetros e melhorou sensivelmente. Você pode escolher outros canais para trabalhar desse modo: green (verde); blue (azul); eu me oriento visualmente pela maior quantidade de cores visíveis que correspondam ao canal que quer trabalhar. Claro que essas imagens poderiam ainda ser bem mais melhoradas, mas, para efeito desse tutorial já tá bom.
Tutorial de: Jackson Angelo

Efeito maravilhoso para fotos - Dave Hill effect (tutorial 1)

Na internet a gente se depara com fotógrafos excepcionais. Entre esses um que de pronto admirei tremendamente foi o do artista inglês Dave Hill. Ele conseguiu criar um monte de efeitos nas fotos nunca antes vistos, os quais são chamados de efeito Dave Hill em sua homenagem.
Para ver os trabalhos desse artista, visite o seu site oficial:

Ele utiliza equipamentos de ponta, que dão uma qualidade excelente e especial às imagens e, certamente, de modo que sejam apropriadas para os efeitos que deseja criar.
Vasculhando na internet, é possível encontrar alguns bons tutoriais que ensinam como obter esse efeito.
O mais prático que achei foi do Flickr. Então, fiz um tutorial bem básico, para amadores assim como eu, baseado nele e em minhas próprias experimentações.
A minha foto do Orkut foi editada com essa técnica e ela ficou com um look especial (na minha modesta opinião).

Para demonstrar o que aprendi, utilizei uma foto da Deviantart, con licença Creative Commons:

child kid children stock 4 by ~shanethemainmanstock on deviantART

Ao final do tutorial, a imagem deverá estar assim (clique na imagem e veja uma prévia maior):

O efeito é incrível não é? Agora vamos aos passos:

1 - Abra a foto desejada com o Photoshop. Vale ressaltar que esse efeito não é possível com todo tipo de foto. Fotos com pouca nitidez, pouca qualidade de cores, enfim, uma foto ruim não vai proporciona efeitos legais. A foto do meu perfil, por exemplo, apesar de ter 72 DPI, alguns problemas de noise, só apliquei os efeitos após algumas correções. Melhorar a imagem dá melhores resultados.

2 - Duplique a imagem na aba de camadas, utilize o comando Ctrl+J. A camada a ser trabalhada tem que ser a primeira na aba de camadas. Nessa camada aplique o filtro high pass (alta frequência). Para isso vá em filter>Other>High pass (Filtro>outros>alta frequencia), conforme imagem abaixo:

Defina o valor de raio (radius) para 4,0, conforme imagem abaixo:

3 - Como modo de sobreposição das camadas (blending mode) utilize vivid light (luz brilhante). Feito isto, mescle as camadas. Mesclar significa, neste caso, tornar uma só camada. Para mesclar utilize o comando Ctrl_Shift+E ou selecione as duas camadas clicando em ctrl em cada uma delas. Será obtido um primeiro efeito, conforme imagem abaixo:


4 - Duplique novamente a camada. E na camada superior (a primeira) aplique novamente o efeito high pass (como no passo dois). Mas desta vez utilize raio 6,9. Como modo de sobreposição de camadas escolha color (cor) e mude a opacidade (opacity) para 40%. Mescle/junte novamente as camadas (Ctrl+shift+E); conforme imagem logo abaixo:

Obs.: Eu tentei outros valores, e fui testando, testando, dá pra ter variações do mesmo efeito, mas, pra efeito de tutorial, dá pra ficar nesse valor sem problemas.

5 - Duplique novamente a camada. Desta vez, aplicamos o efeito gaussian blur (desfoque gaussiano). Vá em Filter>Blur>Gaussian blur (Filtro>Desfoque>Desfoque gaussiano). Utilize raio (radius) 9,5.
Obs.: esse raio depende do tamanho da imagem: o turorial original recomenda que quanto maior a imagem maior o raio a ser aplicado. Acho que devem ser testados outros valores, até ele achar um que lhe dê um efeito satisfatório.
Não estranhe a aparência da foto, pois vai ficar bem embaçada, ver abaixo:

6 - Para resolver isso (o embaçamento), vamos, primeiro, colocar ruído (noise) na foto. Vá em Filter>Noise>Ad noise (Filtro>Ruído>Adicionar ruído). Escolha Quantidade (amount) 3,0; uniforme.
7 - Agora vamos diminuir o ofuscamento total da imagem.
7.1 - Vá em Layer>layer mask>Hide all (Camada>Máscara de camada>Esconder todas).

7.2 - Selecione a área dos olhos com a ferramenta de seleção. Eu utilizei a ferramenta de seleção poligonal (destacada com vermelho):
Essa ferramenta é uma das minhas preferidas para seleção de área de imagem. Normalmente, quando tem que ser algo muito perfeitinho uso a pen tool (isso é outrea história), mas nesse caso a de seleção poligonal vai rodear a imagem do olho normalmente.
Obs.: Tente dar pequenas pausas na seleção ao redor do olho, pois ela seleciona em linha reta. Assim se fizer uma linha muita reta vai ficar uma seleção muito angular com linhas retas, o ideal é imitar curvas. Se resolver usar outras ferramentas de seleção, sem problema. A gente usa a que tá mais acostumado ou mais se identifica.
Eu selecionei o olho basicamente assim:

7.3 - Agora inverta a seleção. Vá em selection>Invert selection (Seleção>Inverter seleção). Ou use o comando Ctrl+Shift+I.

7.4 - Preencha a seleção com 50% de cinza. Use o comando Shift+F5 ou vá em Edit>Fill (editar>preencher). Escolha cor cinza. Não sei se isso é regra, mas nesse processo o cinza já vai estar selecionado em cor, ver abaixo:

Após isso pode juntar novamente as camadas (Ctrl+E).

8 - Agora vamos resolver o problema de nitidez da imagem. Vá em Filter>sharpen>Unsharp mask. Escolha os valores: Amount (montante 100%); Radius (raio) - 30,0 px; e Threshold (limiar)- 0. Abaixo a prévia do filtro com os valores sugeridos. Eu experimentei outros valores principalmente para o raio (radius) e isso dependerá do gosto de quem tá fazendo a edição.

É isso. Agora pode salvar no formato desejado (eu salvei em jpeg). Editei várias fotos minhas com essa técnica e gostei muito. Espero que seja útil.

Tutorial adaptado de http://www.flickr.com.

Tradução e adaptação: Jackson Angelo
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe