Pesquisar neste blog

Carro de lixo

terça-feira, 26 de abril de 2005

Carro de lixo... Lembro-me que cheguei à igreja com pensamentos tão distantes da paz! Em conflitos, relambia as migalhas, os dejetos, os rancores, as mágoas por coisas que aconteceram comigo. Estava no meu eu. A pregação naquela noite foi sobre abandonar tudo isto: toda mágoa, ira, contenda. Entendi a cobrança de Deus! Eu estava me torturando, realimentando coisas por Ele classificadas naquela tarde como lixo. Sim. Sim. Muito lixo! O passado estava vivo através de dores, de tudo me lamentava. Queixava-me dos perdões que não foram pedidos a mim: Lixo. Dos erros que me perturbaram e a simples lembrança e falta de respostas continuava me perturbando: Lixo! Quanto lixo acumulado em tantos anos. Mas, Deus garantiu que um carro de lixo estava ali, onde o eu de cada um presente poderia jogar toda dor, mágoa, erro, perturbação, má lembrança, ira, inveja, murmuração. Que garantia maravilhosa. Eu acreditei neste carro de lixo, neste poder que só o Deus único, verdadeiro, justo, supremo e glorioso tem de estabelecer sua vontade, de decidir, de fazer o que ninguém pode. Aquele que não muda, que não precisa se explicar, que contraria toda lógica, que intriga toda humanidade, que muda a História. Estou pedindo este carro de lixo todo instante para jogar todo mal que o mundo e até eu mesmo provoco ou recebo em minha alma.
Lança o teu pão sobre as águas, depois de muitos dias acharás. Jesus cura dor, cura coração desolado, cura AIDS, solidão, depravação, mexericos, espírito de contenda, timidez, depressão, Jesus salva, liberta, renova. Então, aproveite enquanto Ele ainda está com os ouvidos abertos, aproveite enquanto Ele está perto. Grandioso Ele é em perdoar. Joga teu pão nas águas da oração, depois de muitos dias acharás a resposta.
Na presença do Senhor até a tristeza salta de alegria!
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe