Pesquisar neste blog

Falar de amor (poesia)

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Falar de amor
Encontrar o amor em mim
Em alguém
Em algum lugar
Num livro, numa esquina, num grande erro
Falar de amor
Perder-me no que não conheço
Ou que pareça além da imaginação
Esquecer todos os padrões
Silenciar bem profundamente
Ouvir uma nova voz
No coração
Esquecer, lembrar
Reaprender a viver e me reavaliar
Chorar mais um pouco
Rir com mais verdade
Romper mentiras e ilusões
Falar de amor
Entrar no labirinto dos sentidos
Desfazer o caos
Em algo tão simples
Não ver com olhos carnais
Mas encontrar o meu ser
E o teu ser
Aprender a amar
Vencer todas as barreiras e dúvidas
Não temer o me decepcionar
Entender a alma humana e suas limitações
Falar de amor
Suspirar e respirar o meu espírito
Saber o que toda essa construção do cosmos e da existência tenta dizer
O que as nuvens, árvores e céus podem falar
Falar de amor, uma nova batida do coração a cada nascer do sol
Uma nova letra musical na minha densa sinfonia
Um novo olhar nas telas das minhas histórias e contos de fadas

(Jackson Angelo)
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe