Pesquisar neste blog

A rosa que brochou, a dor que murchou

domingo, 3 de abril de 2011

Lembre da rosa que brochou
Lembre de mim quando a luz apagar
E o sol escurecer
Toda estrada ruir
No terremoto do tempo
Lembre das montanhas que pulou
Das cachoeiras que falaram de nós
Das nuvens em que desenhamos corações
Dos sorriso lado a lado
Contudo, uma dor nos murchou
Será que ela apaga tudo?

Leia cada linha desses capítulos inacabados
Compreenda nossa história sem narrador
Porque tantos segredos não foram ditos
Lembre dos nossos silêncios
Dos olhares cheios de luz
Que traduzem nosso ser plenamente
Lembre do barco que em mares bravios nos conduziu
Dos nossos naufrágios
De quantas vezes de mão dadas sobrevivemos
Contudo, uma dor nos murchou
E a rosa perdeu pétalas, perfumes e definhou
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe