Pesquisar neste blog

Parcerias e links - política de parcerias e recomendações

sexta-feira, 20 de agosto de 2010



Qual o objetivo das parcerias de sites? Como alguns sites tem pedido isso, resolvi fazer como todos os sites: estudar a respeito e estabelecer alguns critérios de parceria. De acordo com o que já li, pude compreender que as parcerias são recomendadas, basicamente, para:

1 - Aumentar o número de visitas, através da divulgação do site em outros sites.
2 - Melhorar a posição do site nos resultados de pesquisa do Google.
3 - Criar uma comunidade de sites interligados por nichos (categorias/ramos) semelhantets ou que se completem.

Há uma diferença, portanto, entre indicação de links (blogroll, sites recomendados) e sites parceiros. A indicação de links é algo totalmente pessoal, feita pelo autor do site. Não importa para ele se o link recomendado irá retribuir a indicação, se o link é de sua área ou não, se vai influenciar ou não nos índices qualitativos da sua publicação.
O autor escolhe os links que lhe parecem úteis, construtivos, que chamam sua atenção, que fazem parte das suas múltiplas áreas de interesse, entre outros fatores.

É muito importante analisar o tipo, qualidade, tempo de existência, atualização, comportamento do site que pede/sugere parceria. Normalmente, creio que se consideram as seguintes situações:

1 - Sites que começaram agora e imediatamente pedem troca de banners, links e parcerias. Foram feitos naquele exato momento e pedem que se divulgue o site dele no seu.
Nesse caso, acho que o site tem que apresentar alguma qualidade e conteúdo bom, próprio para inicialmente fazer esse pedido. Como pode ser indicada uma coisa que nem conhecemos como vai ser, como vai funcionar, se não tiver material suficiente (postagens) disponível? E como se pode ter certeza que aquele site vai ter continuidade? Qual vai ser a sua média de atualização?

Por isso, concordo com o tempo de existência do blog exigido nas políticas de parceria.

2 - Sites que atualizam conteúdo de tempos em tempos. Quer dizer, o autor dá a impressão de que o seu blog não é uma de suas prioridades. É algo no qual só trabalha quando tem alguma vontade.
Nesse caso, o site exista já há pelo menos seis meses, mas só realiza uma postagem de tempos em tempos. Teria que ser uma super-postagem, algo extraordinário, creio eu. Mas geralmente não é isso o que acontece. Então, não há razão para parcerias com blogs de aparição meteórica, quase"abandonados".

3 - Sites que tem muitos visitantes, existem há um razoável tempo (de seis meses para cima), são sólidos e enviam muitos visitantes para o seu site. Esses são perfeitos, um sonho. O meu é quase assim. Recebe um razoável número de visitas (já chegou no momento a ter quase treze mil visitantes únicos).

É interessante analisar ainda o posicionamento dos banner e links nos sites, que pode se dar dos seguintes modos:

1 - O banner de algum site é colocado na página inicial (home page) do blog, como parte do seu layout. Isso garante que esse site tenha condições de ser visto por todos os visitantes do site que o exibe. Quer dizer se o blog, como o meu por exemplo, recebe mais de 40 mil visualizações de página por dia, o banner de outro site foi exibido tecnicamente essa mesma quantidade de vezes.
Nesse caso há ainda duas situações:
1.1 - O banner fica na posição superior ou mediana do blog, são as áreas mais vistas pelos internautas, por isso, são consideradas as principais até mesmo para colocar anúncios.
1.2 - O banner fica na posição inferior mesmo da página, lá no final. Quer dizer, pode até ser que o site seja visto por algum internauta, mas será uma possibilidade muito menor do que se ele estivesse na parte superior ou mediana.
Essa primeira prática é que eu geralmente faço, especificamente na parte mediana.
2 - O banner de algum site é colocado em uma página estática do blog. Nesse caso, apenas quem tiver interesse mesmo de ver essa página com os parceiros indicados é que terá a possibilidade de ver o seu banner e talvez visitar o seu site. Essa parece ser uma tendência que se tem popularizado, mas creio que é ineficiente em termos de dar visibilidade a algum outro blog.

Então, pensando de um modo bem sensato e justo, com relação a parcerias, achei conveniente estabelecer critérios para criação ou suspensão da parceria.

Os critérios são os seguintes:

1 - Qualquer site pode solicitar parceria por e-mail, mas não através de comentários do blog. Só não aceito pedidos de parcerias com sites de conteúdo adulto, ou ainda com conteúdo questionável, difamatório, coisas desse tipo. Casos especiais serão decididos por mim.
2 - O blog deve ter, no mínimo, cerca de seis meses de existência, com atualização que demonstre interesse do blogueiro pelo seu blog.
3 - Serão descartadas parcerias com sites que apresentem:
3.1 - Layout confuso, que dificulte a navegação ou seja esteticamente muito ruim.
3.2 - Que apenas copie textos e postagens de outros. Copia inteiramente, sem nada acrescentar.
3.3 - Se for de downloads, que pelo menos tenha links próprios, com algum texto explicativo em português, para os usuários entenderem o que estão baixando. Que não sejam links de hospedadores de arquivos difíceis para o internauta brasileiro baixar.
3.4 - Protetor de links - blogs com esse mecanismo eu não faço parceria. Essa prática está crescendo muito por conta da possibilidade de ganho financeiro. É preciso considerar que isso dificulta ainda mais para o internauta. Ele é privado de sua liberdade de escolha, embora possa escolher não baixar o arquivo. Mas é como se o site estivesse impondo: se quiser baixar o arquivo tem que pagar, tem que assinar um serviço com operadora de telefonia X ou Y.
Em muitos casos, não se pode falar em proteção de links, porque os sites APENAS COPIAM O LINK DE OUTROS SITES, EM QUE FORAM ORIGINALMENTE ALOJADOS. Daí dificultam o acesso a esse link através desse perturbador protetor de links.
3.5 - Os sites tem que ser da minha área: comunicação visual, produções gráficas, convites, poesias, tutoriais de Photoshop, de editores vetoriais, enfim, do mesmo universo de significação (conteúdo).
3.6 - Tiver um monte de erros de informação. Os erros de informação mais comuns são: repassar e-mails com informações que não foram verificadas nem analisadas em sites que averiguam spam, repassar informações equivocadas sem analisá-las do modo necessário.
Preciso dizer que também cometo erros de escrita e de digitação, e já cometi até de informação, mas há limites para tudo.
4. Outras circunstãncias serão analisadas por mim.

Então, se o site parceiro colocar o banner no fim da página, o que é justo fazer? O mesmo! Se o site parceiro colocar meu banner em uma página isolada, fixa, que poucos terão curiosidade de acessar, farei o mesmo.
Se o site atende os requisitos de parceria desse blog e coloca o banner desse blog na home-page, deixando-o acessível a qualquer pessoa, farei o mesmo´colocando o banner na parte mediana do blog.
Na parte superior do blog não coloco banner nenhum, por conta dos programas de afiliados.
O blog passa a ter uma página fixa com indicação de links. Nessa página estarão elencados os sites que gosto de verdade, os sites que me pedem parceria mas não colocam o banner na home-page, os sites que me pedem parceria e nada tem a ver com o meu.
E será criada uma lista de links denominada: Estreando! Nessa lista ficarão os sites que me pedem parceria, estão já com poucas postagens, oferecem algum tipo de recurso, serviço, etc. Certamente estarei atualizando essa lista e os sites que não existirem mais ou não atualizarem mais serão deletados.
Farei isso em forma de teste até chegar a uma solução definitiva. Por enquanto, os links serão indicados em uma certa ordem de importância. Primeiro os parceiros que atendem meus requisitos mas não colocam o meu banner na home-page deles. Depois vem os links indicados, sem banners, com ligeira descrição.
Agradeço a compreensão de todos e obrigado por me suportarem.

Queremos circo, queremos pão

Para quem vai falar o bom senso?
Para quem vai ser falada a verdade?
Para que sentir o que é real? O que é óbvio?
Queremos circo, queremos pão!
Precisamos viver de ilusão!
Quem pode anunciar os fatos?
Quem pode ter compromisso com a ética?
Para que ver? Se a regra é se cegar?
É ter a visão que é imposta?
Te esconde, vergonha!
Te esconde, liberdade!
Te esconde, você que vê, que sente, que chora!
Queremos circo, queremos pão!

(Jackson Angelo)
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe