Pesquisar neste blog

Quando tudo dói (poesia)

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Não sei o que mais me dói
Saber que você existe
Ou que você poderia não existir
Não sei se dói mais estar do teu lado
Ou afastado por quilômetros de ruas
Não sei se escuto alguma coisa
Quando fala perto ou pelo celular
Ou se todos os meus sentidos somem
Não sei se falo algo concreto
Todo instante minha opinião muda
E se alterna entre contrários absurdos
Não sei se seria melhor te odiar demais
Ou te amar intensamente
Não sei qual destas coisas te faria mais bem ou mais malefícios traria
Não sei mais entender o que é melhor
Ou o que é pior pra mim
Não sei contar esta história
Não sei se é só minha ou nossa história
Não sei como terminar essa história
Não sei mais se sou eu que vive
Ou meus sentimentos descompassados tomaram forma
Ganharam vida própria
E agora eles me vivem, vêem e falam por mim
Só sei que tento esquecer
Só sei que procuro lembrar
Só sei que quero dizer não
Só sei que preciso dizer sim
Desesperadamente
Quero estar sozinho
Quero sempre te ver
Quero te esquecer
Sempre desejo te tocar
Qualquer coisa me dói
Porque agora tudo ou nada
É você ou não-você!
(Jackson Angelo)
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe