Pesquisar neste blog

Nova Astrologia - parte I: lixo espacial e estratosférico e poluição

quinta-feira, 14 de abril de 2022

Vocês achavam que esse monte de lixo no espaço não ia interferir no seu mapa astral e na rotina, dia a dia e destino da Humanidade? A catástrofe tsunâmica está completa. São quase 30 mil objetos no espaço. A maior parte é lixo espacial, em sua maioria sujeita a esbarrar em outra estrutura qualquer e eeexplodir. De repente sua cabeça pode ser atingida pelos estilhaços do que estava até influenciando sua vida amorosa. Talvez, por isso o fim trágico de seu romance, seu casamento, seu caso, sua ligação, sua trama, seu amor. 

Talvez por isso a porcaria do "the end" de mais um best-seller americano. Talvez por isso e mais algumas forças estranhas, o desencontro das linhas no texto do conteúdo programático da escola. Talvez, por isso, histórias sem começo e sem fim. Aberrantes, degeneradas, sob efeito de mutações nucleares. Uma devastadora Chernobylização de personagens, tramas e autores.

Não bastasse isso, sentimos os tiros das mudanças climáticas fruto da incessante, crescente e ainda subnotificada atividade poluidora contra a natureza e seus elementos primordiais. Tiros explosivos de metralhadora. Estamos ficando seres humanos defumados, ultraprocessados, pré-cozidos. POR FAVOR, não me comam vivo.

A astrologia ao redor do cosmos não poderia ficar de fora e sem rever seus conceitos, princípios, seus fundamentos. É neste cenário nem pré nem pós apocalíptíco formado pela nova astrologia que vai sendo modificado viralmente o interior e exterior de cada um. Num piscar de plugins sou guiado por fragmentos de cada pedacinho de força sígnica simbólica que ainda vence as barreiras de lixo e poluição.

Nunca foi levada em consideração a perecibilidade de cada estrela que forma as estruturas sígnicas. Porque algo é peixe sem espécie definida e outra é aquário que prende, aprisiona, limita o ser, mover de um peixe? Tampouco, a força dos buracos negros, 

Talvez, o lixo nos obrigue a isso: revisão de conceitos, de formas, de atitudes, de modos de ver, interpretar e correlacionar as muitas formas pelas quais a vida pode se apresentar, acabar e continuar.

Os astros não estão mais conseguindo influenciar nada na vida e no comportamento das pessoas. Todo elo foi rompido, interrompido, corrompido e estacionado. O que aina chega é sucata enferrujada, em pó cósmico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Seguidores do blog

Mais lidos