Pesquisar neste blog

Uma montanha sobre o coração

domingo, 11 de setembro de 2011


Quando não é mais um dia especial
Quando o prato vai perdendo o cheiro e o sabor
Quando o vento para de soprar
Quando o sol deixa de aquecer
E a noite esfria
Quando a estrela some devagar
E a visão olha e nada vê
As flores murcham sem vida
As pétalas secas não fazem viver
Até o chão parece ser tragado
Não é ainda hora de acordar
Mas o sonho já acabou
O coração já sabia que o sonho tinha um tempo
Não haveria fadas nem carruagem
Até a estrela cadente sumiu
O silêncio assusta
Nem sombra nem poeira
Nem rastros no chão
Nem bússola nem câmera ou satélite
A página virou
E a história já se perdeu em algum lugar
Não é ainda hora de acordar
Mas o sonho já passou
Quem vai me acordar do sono?
O palco espera um último monólogo
Mas faltam palavras para expressar
Até as lágrimas procuram lágrimas
Plenamente secou o rio e a fonte
Apenas um palco vazio
Um ponto no fim da história
Tal qual uma montanha sobre o coração


(Jackson Angelo, para uns amigos, hoje)


Efeitos de luzes varinha de condão (de fada)

Entre os muito emails que recebo, alguns já têm me questionado sobre o efeito de varinha de condão (geralmente de fadas) conseguidos em algumas imagens. É um tipo de efeito muito utilizado em molduras e gráficos em geral; principalmente quando se quer dar o efeito de jardim encantado ou algo que pareça um mundo encantado, com raios, luzes, etc.
Esse tipo de efeito pode ser feito, se não souber seguir passo a passo complicados tutoriais, por meio de pincéis (brushes) do Photoshop, bem como do Gimp também.
Esses pincéis são chamados geralmente de sparks ou sparkle; alguns vêm acompanhados no conjunto por estrelas, asteriscos, efeitos de luzes e coisas semelhantes, que podem dar à imagem um aspecto realmente de um conto de fadas. Spark em inglês significa faísca; já sparkle signifca cintilar, reluzir, etc. Cada set de pincéis pode conter muito mais de um pincel. É preciso que quando se instale um pacote, se navegue pelo conjunto de pincéis e se escolha o melhor formato, com melhor tamanho e efeito para sua imagem.
Então, de posse do seu projeto, da sua fotografia, se quiser conseguir variados efeitos, tente brincar um pouco com esses pincéis de efeitos luminosos do tipo sparkle.
Se não sabe instalar pincéis no Photoshop, leia esse tutorial para instalação de pincéis (brushes) do Photoshop feito por mim:
http://jacksonangelo.blogspot.com/2009/07/como-instalar-brushes-nop-photoshop-1.html

Geralmente quando aplico em uma moldura efeitos de pincéis, as imagens conseguidas com os pincéis devem estar em uma camada separada. A cada efeito diferente de pincel, isto é, para cada pincel utilizado, faço uma nova camada. Isso é importante porque depois basta escolher o melhor efeito de sobreposição possível entre as camadas trabalhadas (overlay, screen, etc.)
Escolho sempre a cor branca como foreground (cor de primeiro plano). Isto é, escolho o branco porque é o que melhor traduz o efeito de luz, na minha opinião, mas depende fundamentalmente de que você pode ter em mente. Se quer rosa claro, navegue no controle de cores e escolha um rosa bem claro. No padrão RBG, pode ser a cor ffd8f8.


Então, já sabe como baixar arquivos e como instalar os pincéis? Agora vamos a uma lista dos melhores pincéis com efeitos de luz, varinha de condão, ainda disponíveis na internet para Photoshop. Lembrando que os links indicados não têm ligação com este blog e são arquivos feitos pelos próprios sites que indico; por favor, leiam os termos de uso antes de utilizarem.
Obs.:Ç se utiliza o Gimp, editor gratuito semelhante ao Photoshop, navegue neste site e baixe pincéis bem úteis para variados efeitos: http://project-gimpbc.deviantart.com/gallery/.

Para acessar os sites indicados, basta clicar nas imagens.




Tamanho padrão, tipos e papéis para calendários

Alguns internautas já me perguntaram sobre o tamanho padrão para calendários. Creio que, neste caso, é diferente de CDs e DVDs, porque ambos possuem tamanhos padronizados pela própria indústria.
Então, o que vou sugerir são apenas dicas para estruturar o tamanho de um calendário e escolher o papel para impressão, baseado em leituras na internet. Os calendários que já projetei em geral foram para parede, como lembranças de aniversário, algo assim.

1 - Tipos mais comuns de calendário com os tamanhos mais comuns (encontrados na net):

1.1 Calendário de mesa - como o nome diz é feito para se colocar em cima de uma mesa, escrivaninha, ou outros tipos de móvel. Tamanho mais comum: 15 x 11 cm. Convém dizer que podem ser acrescidos ou diminuídos centímetros para altura e/ou largura, tudo depende do que tem em mente.
Papel mais indicado: supremo.

1.2 Calendário de bolso - feito para se portar em um bolso, propiamente em uma bolsa ou carteira. Tamanho mais comum é 6,5 x 9,5 cm.
Papel mais comum: papel supremo.

1.3 Ímã de geladeira formato calendário - é um tipo de calendário muito utilizado para lembranças de festas, principalmente aniversário infantis. O tamanho mais comum é 4x5 cm. Ele pode ser feito tipo bloco também e em tamanhos maiores, levando-se em consideração que deve ser colocados sobre um ímã e ficar visível na geladeira. O papel tem que ser leve, com pouca textura, peso de 50g já tá bom. Para ser bem prático, se for imprimir em casa, escolha um papel do tipo A4, acho que dá para imprimir todos os meses em uma folha.

1.4 Calendário tipo bloco - é um calendário com grupo de meses em separado, colados na mesma superfície uns sobre os outros. Podem ter vários tipos de design: uma parte superior em comum; ou com superfícies lateral e superior em comum. Tamanho mais comum: 27 x 35 cm, mas depende do projeto.

1.5 Calendário de parede - é o que possui maior leque de opções de tamanho. Se for imprimir em casa, escolha tamanho A-4, que geralmente é suportado por uma impressora comum. O A4 mede exatamente 210mm x 297mm. Nesta página da Wikipédia há informações técnicas sobre esse tamanho A-4: http://pt.wikipedia.org/wiki/A4.
Existem vários tipos de tamanho indicados: 26 x 20 cm; 31x47 cm ; 22x32 cm; 20x27 cm ; 20x30 cm; 26x35 cm; 21x29,7 cm; ETC.
Dá pra notar que o tamanho de um calendário de mesa é muito variável; o importante é que seja suficientemente grande para ser ostentado em uma parede.
Papel indicado: duplex.
Obs.: Alguns fazem ainda com papel laminado, papel couche; etc. Deve-se ter em mente a durabilidade, porque vai ser posto em uma parede. Quando feito com papéis menos consitentes, com o tempo pode ficar muitom amassado.

É recomendado que faça de acordo com a disponibilidade de sua região, se não tiver coragem de procurar empresas que oferecem estes serviços de impressão de calendários na internet. Converse com o atendente e veja quais os papéis disponíveis, e o que eles sugerem.
As sugestões de papel aqui foram baseadas em conhecimentos meus e principalmente nas informações sobre tipos de papéis e suas aplicações, disponíveis no seguinte link: http://chocoladesign.com/tipos-de-papeis-e-suas-aplicacoes.
Espero que tenha sido útil. Quaisquer outras dicas por favor envie que publico.

(texto de Jackson Angelo)

Não se desespere

Lembro-me bem que certa vez ao entrar na igreja, entrei diferente bem diferente do meu começo, o que chamam primeiro amor. Na verdade, entrei com o coração pesado, fechado e tenso e estar ali seria só a continuação do mesmo peso.
Acredita que Deus tem diferentes formas de falar conosco: um hino, um inseto cantando, uma gota d'água, um trovão, um livro, até mesmo coisas antigas que escrevemos? De todas essas formas já ouvi Deus falando comigo.
Então, lembro-me bem que uma criança começou a cantar este hino de Shirley Carvalhaes "Uma porta de amor". Ao começar a ouvir esse hino senti algo muito forte, senti como se fosse Deus falando comigo, me interrogando, foi o que senti bem no meu íntimo, por meio destes versos:

Quando olho pra você tanta coisa posso ver
Você já não é o mesmo, pois te falta a alegria de tempos atrás
Quando a gente se encontra
Você fica reclamando
Acha tudo um absurdo e não abre o coração para entrar a paz

Realmente, toda vez que ia à igreja eu só trazia queixas. Já não era mais o mesmo de jeito nenhum, estava cansado da caminhada. Não se pode comparar a sensibilidade de Deus com a de ninguém. Certamente, Ele nota nossas mudanças, quando elas estão se iniciando e que direcionamento essas mudanças de postura, atitude, hábitos, conversas irão nos levar. Minha mudança fechou meu coração; as muitas dores, negações, até falta de esperança, começaram a entristecer, plantava rosas e parecia só colher espinhos. Isso tudo entristece e enfraquece.
O que esse hino diz é muito simples e prático:

Conte pra Deus os seus problemas
Conte pra Deus a sua dor
Conte pra Deus a sua vida
Que Ele tem uma saída, uma porta de amor

Então, realmente me perturbei com minha postura naqueles dias, mas entendi a mensagem. É como se Deus estivesse falando bem francamente: "Você mudou tanto, quando te vejo pareço ver outra pessoa, não te reconheço mais como antes. Vejo tuas tristezas, tuas dores, tua falta de confiança; mas perdeu a alegria do início, a esperança, a força, de modo que agora só faz reclamar de tudo; fecha o coração de um modo que a paz não pode entrar." Não quero dizer que Deus tenha falado exatamente isso, mas foi o que meu coração pôde entender. Sei bem onde esse desânimo gradual me levou. Mas, se nosso coração nos condena, maior é Deus. OK! Espero que a leitura tenha sido útil. Não se desespere!




Quando olho pra você tanta coisa posso ver
Você já não é o mesmo, pois te falta a alegria de tempos atrás
Quando a gente se encontra
Você fica reclamando
Acha tudo um absurdo e não abre o coração para entrar a paz
Conte pra Deus os seus problemas
Conte pra Deus a sua dor
Conte pra Deus a sua vida
Que Ele tem uma saída, uma porta de amor
Eu também já fui ferido
Trago as marcas do passado
Mas a Cristo eu recorrí
Quando em minha agonia, Ele me ajudou.
Faça agora como eu fiz
Conte tudo pra Cristo
Pois você fazendo isto
Ele te dá alegria e serás feliz
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe