Pesquisar neste blog

Off-topic: Consumidores revoltados

domingo, 13 de março de 2011

É fácil perceber, enquanto somos consumidores, que quase tudo o que se vende nesse país carece da qualidade necessária. Hoje, quando compramos um móvel ou eletrodoméstico somos obrigados a nos conformar que o tempo de vida que podemos esperar deles é apenas o tempo de sua garantia. Porque depois desse prazo, a manutenção e os defeitos começam a aparecer e consertar exige custos altíssimos que podem nem compensar o novo investimento.

Por exemplo, certa vez, adquiri duas calças jeans de uma marca aí, saiu por uns 400 reais as duas. Hoje, nenhuma aproveito. Uma perdeu o botão da cintura, a costura do bolso de trás foi se desfazendo, o corte não era assim tão perfeito. Em termos de design eram excelentem, super estilosas, mas em termos de qualidade não valeram o que paguei.

Essa briga dos consumidores com as empresas a respeito de produtos comprados que não atenderam o que se espera deles é algo antigo e sempre vai existir. Porém, há casos absurdos, que extrapola o limite de tolerância e de abuso das empresas, ao nos tratarem como idiotas. Esse comportamento de algumas empresas já chegou a ser inacreditável e intolerável, e é de fato isso. Contudo, de tão repetitivo em diferentes setores, já se tornou banal. Não impressiona mais.

O primeiro caso é de Oswaldo L. Borreli, que, segundo ele, adquiriu uma geladeira de uma marca aí e nos conta sua saga. O consumidor coitado confiando na palavra e na imagem da empresa, confiando até à exaustão! Assistam o vídeo e tirem suas conclusões.



O segundo caso incrível é de Daniely de A. Argentum, que, segundo a mesma, adquiriu um carro de uma marca aí, e até hoje não utilizou o carro porque ele simplesmente não funciona.
Espirituosa (aff! Nessa situação tem que ser!) ele abriu um site chamado Meu carro falha (clique e conheça), no qual apresenta o drama vivido com o carro que prometia mudar a sua vida, a sua história, e mudou, segundo ela, para pior.



Eu acho que são pessoas que estão sendo corajosas, ao contarem sua tristeza, indignação e revolta, não apenas pelas falhas do bem adquirido, mas pela forma como a situação é tratada, pelo desprezo a que são submetidos, pelas informações desencontradas passadas por quem responde pelas instituições, pelo tempo perdido esperando uma solução.

Lembre-se: como somos tratados quando atrasamos alguma prestação ou débito?

Minha intenção nesta postagem não é, de modo algum, manchar a imagem de nenhuma empresa. Uma empresa/pessoa existe para nós de uma vez para sempre ou de uma vez para nunca, porque no momento em que temos outras opções iremos para essas opções.
Quis apenas relatar casos em que há pessoas insatisfeitas com produtos que adquiriram e também identificar essa forma de protesto na internet que pode ser útil para nos levar a conhecer como é o atendimento ao consumidor em certos casos nos quais o produto apresenta falhas.
 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe