Pesquisar neste blog

Carregando...

Quando o diálogo na internet é interrompido

sábado, 20 de novembro de 2010

Nestes mais cinco anos de blogagem uma das coisas mais negativas que posso destacar no meio digital é o diálogo interrompido.
O diálogo interrompido se dá quando contactamos alguém ou alguém nos contacta e faz uma crítica, uma proposta, pede dúvidas, orçamentos, entre outras coisas, contudo o diálogo não é concretizado. Fica um eterno sinal de interrogação (?)!
Você fica sem resposta, ainda que tenha respondido.
E o pior, se você é uma só pessoa que edita o blog, e recebe muitos pedidos pode acabar perdendo o controle das mensagens, principalmente se possui trabalhos paralelos e não mantém um rígido controle destas informações. Obviamente, a gente tende a priorizar o que garante nossa vida emocional e nosso sustento. No meu caso, realmente perdi esse controle, porque o blog é, acima de tudo pra mim, uma forma de diversão, de concentrar em um só lugar coisas que levantem o ânimo. Foi por isso que retirei o formulário de contato do blog. Havia um monte de pedidos feitos diariamente, e eu mal tinha tempo de responder, quanto mais de atender os pedidos!
Não sei ao certo quantas pessoas notaram que o diálogo ficou interrompido. Porque também muitos inseriam e-mails errados no preenchimento do formulário. Algumas solicitações eu respondia pedindo mais informações para eu poder ter certeza do que o internauta tinha em mente e novamente o diálogo ficava interrompido. Não havia um retorno.
Por mais que você compartilhe material, há sempre alguém que não vai estar satisfeito. Por exemplo, o blog tem milhares de molduras de crianças. Mesmo assim, sempre tem pessoas que pedem pra colocar mais.
Eu sempre pensei que havia algum tipo de atitude ou interpretação equivocada apenas de alguns usuários, mas mesmo entre as pessoas que se dispõem a disponibilizar conteúdo é provável que se encontre o mesmo tipo de atitude. Há muitos editores de blogs e sites que não respondem seu contato.
Isto não ocorre apenas com sites pequenos, mesmo editores de sites com um razoável conteúdo ou da grande mídia demonstram esse tipo de atitude: não se consegue estabelecer um diálogo eficiente, completo, muitos nem respondem seu e-mail, ou não dão sequência ao diálogo. Nesse aspecto, admiro os editores de sites americanos, eles realmente respondem as solicitações, utilizam de uma linguagem sociável, objetiva, dificilmente agridem. Sabem ouvir um não ou um sim sem levar para a esfera pessoal. Claro que há exceções!
Logicamente, o diálogo interrompido não é nada que faça com que a gente se abale, mas representa uma indesejável perda de tempo. O pior é que sei que os internautas a quem não respondi, por alguma razão, vão somar esse tipo de atitude ao conceito que fazem do blog. Um conceito negativo tende a afastar as pessoas.
Este ano de 2010 foi o ano campeão de diálogos interrompidos do blog. Alguns tipos de mensagens claro que a gente nem tem como merecedora de divulgação, crédito ou digna de resposta, e devem ser sumariamente ignoradas e deletadas. Mas há casos em que estamos com sincero interesse em, dentro das possibilidades, guardar, manter e finalizar o contato de modo respeitoso.
Tem também o caso de pessoas que desaparecem por completo. Começam a te mandar e-mail, você vai respondendo. De repente, você nem existe mais; envia um, dois e nada. O que pensar, principalmente se você tinha aquela pessoa em tão boa consideração? Não pense, interrompa o pensamento também!
(Jackson Angelo)

Um comentário

  1. Concordo que o dialogo interrompido é uma perda de tempo. Poderiamos passar sem. Minha tendinite estaria menos severa. Acontece com quem só está especulando, com prospects e com clientes. Digamos que é uma falta de vontade, uma preguiça mesmo, muitas pessoas se economizam mesmo, nao ficam se dedicando a escrever e responder. Às vezes é uma inabilidade para dizer não (como por exemplo alguns clientes que decidem por outro vendedor ou outro produto e simplesmente nao te dão retorno). Enfim, vejo como uma falta de noção generalizada de regras de etiqueta sociais.

    ResponderExcluir

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe