Pesquisar neste blog

Quando eu alçar voo

quarta-feira, 15 de setembro de 2010


Eu tava fazendo um trabalho pra uma amiga minha. O tema era déficit de atenção. Nas leituras que tive de fazer (AcrediteM, tenho muita preguiça de ler), gostei muito de um livro especial, escrito com palavras muito bonitas e de profundo conhecimento. É o livro "Mentes Inquietas - entendendo melhor o mundo das pessoas distraídas, impulsivas e hiperativas", de Ana Beatriz B. Silva.
É um livro maravilhoso, que vai além do científico, chega a ser literário. Ele me ajudou muito a entender esse complexo mundo das pessoas com DDA.
Baseado nesse livro, fiz essa poesia em homenagem às pessoas com DDA. Poesia é algo muito diferente de ciência. Fico pensando nas dificuldades que elas enfrentam exterior e internamente, conscientes de suas peculiaridades.
Enfim, ninguém pode determinar o seu próprio nascimento ou em que condições se dará sua vinda e passagem nesse mundo. Podemos lutar por um mundo melhor, por melhorar nosso carácter, nosso status social, para sair das situações que nos são impostas de um ou outro modo. Ninguém muda seu primeiro capítulo, sua origem, seu começo. Algumas peculiaridades exigem adaptação, cuidados especiais, uma compreensão especial, que nos leve a melhorar também nossa forma de nos relacionar com o outro.
Conheço alguém muito especial que é hiperativo. Sempre achei tão estranho o comportamento dele. Mas após me informar melhor, pude amá-lo melhor. Entendi um pouco do que pode perturbar a alma da mãe de um hiperativo e também sua alegria por contribuir com seu aperfeiçoamento e socialização. Insisto: entendi um POUCO.
Então, me veio essa poesia, mas é só uma poesia, não quero explicar nada.


Se você visse com meus olhos iria entender o que vejo em mim e em você
Se você escutasse não só músicas, mas o toque das músicas no mundo, nas coisas
Ouvir o que posso ouvir
Aprenderia a me conhecer melhor
E não haveria um incessante caça-palavras
Palavras que expliquem tudo,
Entra no meu mundo
E me dá tua mão
Quando eu alçar voo rapidamente não me solte
Vou precisar que esteja do meu lado
Assim, não me perco nem caio
É tão difícil quanto pra você, pra mim também é difícil
Se você sorrisse com minha alegria iria entender melhor
O que é ser feliz
No momento em que a confusão passou
Quero mergulhar o mais profundo nesse mar
Te dou o melhor de mim mas não sei se vai entender
Esse meu mundo também é teu
Por favor, cuide de mim
(Jackson Angelo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe