Pesquisar neste blog

Proxy - ferramenta para acessar sites e blogs bloqueados

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Alguns sites costumam bloquear, por alguma razão, acessos originados por país ou IP's colocados em uma blacklist (lista negra).
Como exemplo, vou tomar o blog de scraps gratuitos http://taolafleur.over-blog.com/. Neste assim como em muitos blogs hospedados no servidor http://www.over-blog.com/, eu particularmente não tenho acesso.
Meu provedor de internet atualmente é o UOL. Lembro-se que antes, quando utilizava o provedor da OI não tinha esse tipo de problema com o Over-blog.
Existem algumas soluções efetivas para ter acesso a sites nas circunstâncias aqui descritas.
1 - A primeira é tentar o cache do Google. O cache é tipo o conjunto de páginas armazenadas do Google, quando faz a varredura monitorando os sites de internet. Se o Google, por exemplo, varrer (pesquisar e armazenar) minha página hoje, essa ficará armazenada no seu cache até a próxima varredura.
Então, tomando como exemplo o blog http://taolafleur.over-blog.com/, não consegui acessá-la de modo normal. Vou no Google e digito esse endereço. Preste atenção na seta está escrita a palavra cache, clique nela.
Pronto! Agora a página solicitada foi acessada. Opcionalmente, se não tiver interesse pelas imagens, pode clicar em versão somente texto (alto da página). O cache também indica na parte superior a data em que a página foi armazenada.

O problema desse método é não permitir navegação página por página, é apenas a página solicitada e só. Mas já quebra um galho. Então sempre que procurar algo no Google e não encontrar a página indexada nos resultados, tente o cache. Possivelmente, terá acesso à página.
Não garanto que isso aconteça em todos os casos. Mas certamente na maioria dos casos.

2 - Outro meio geralmente eficiente é uso de tradutores online, por exemplo, o Google Translate. Se não sabe o idioma do site a tentar acesso, escolha "detectar idioma" no menu de opções de língua. O bom desse método é que, além de, na maioria dos casos, ter acesso ao site, ainda consegue vê-lo traduzido no seu idioma, facilitando a navegação. Pode ser que, nesse método, demore um pouco para acessar o blog, mas geralmente funciona. No caso do Over-blog, há uma certa dificuldade com esse método.
Outro tradutor online que possibilita esse tipo de acesso é o Wordlingo, na página: http://www.worldlingo.com/en/websites/url_translator.html.

3 - Através de servidores de proxy online. Só vou falar o básico do que pude entender, porque pode ser inicialmente muito complexo.
Uma proxy faz mais ou menos o que o cache do Google faz: armazena páginas já navegadas ou dá acesso a páginas bloqueadas, isto é, em que nosso IP está bloqueado. Como? A proxy primeiro acessa a página e de lá os dados são enviados para o seu computador. Então, a troca de dados é sempre feita por meio do computador da proxy.
Há uma quantidade crescente de proxy online, justamente porque cresce também esse política de bloqueio de IP's no mundo todo. Há sites especializados em listar essas proxies. Outra vantagem muito boa das proxies, principalmente, das anônimas e das "altamente-anônimas" (high-anonimous) proxies é que o seu IP não fica gravado no site acessado, o que se chama de anonimizer (que converte, torna anônimo). Então, se quero acessar um site sem que o sistema dele detecte a origem do meu acesso, utilizo uma proxy desse tipo.
Um dos melhores sites que listam proxies é o http://www.proxy4free.com/. Ele categoriza os proxies por país, por rating (avaliação dos usuários), por tipo, por data de teste, etc.
No topo são exibidos os sites de vários proxies online, conforme imagem abaixo.
Hoje, escolhi a proxy http://www.ukipaddress.co.uk/, que eficientemente acessou o blog tomado aqui como exemplo.
Pode ser que, em alguns casos, o IP do proxy também seja bloqueado. Então, recorrem-se às várias outras proxies listadas no site Proxy4free.
Espero que seja útil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe