Pesquisar neste blog

Charges para o Brasil em clima de eliminação da Copa do Mundo

sábado, 3 de julho de 2010

Nada contra Dunga. Em 1994, como jogador ele passava muita humildade e garra. Não que não passe mais. Deve ser tremendamente difícil estar na pele dele. Mas, quando aceitou o cargo de técnico da seleção brasileira de futebol, talvez tivesse sido razoável levar em consideração que essa pressão existiria. Talvez até ele tivesse levado, mas não me passou essa consciência. Faltou o que? Preparo psicológico? Educação? Não sei, mas toda vez que ele abria a boca parecia revoltado, com muito ódio. Ele pode dizer que não, mas que passava isso, passava!!
Nem acompanhei muito suas entrevistas. Nas raras oportunidades em que pude ouvi-lo a tônica era a mesma. Uma certa dose de sarcasmo, um desprezo disfarçado. Posso tá equivocado, mas sentia isso.
Só Deus sabe exatamente o que se passou todo esse tempo na cabeça dele. Mas me parece, na minha humilde e limitada visão, que não conseguiu estabelecer uma relação saudável com as críticas.
Algumas vezes Dunga me dava a impressão que tinha um conhecimento privilegiado sobre jogadores, táticas, esquemas de jogo; que esse conhecimento e sua visão estavam bem acima do que todos pensavam ou achavam. Assim, os resultados alcançados com a seleção eram absorvidos de modo que fossem utilizados para encher um ego maior que seu tamanho, como marca de seu triunfalismo. Então, chegou a passar uma insuportável arrogância no seu relacionamento com a imprensa. Também não pareceu levar em conta a opinião dos torcedores. A sua escalação foi amaldiçoada por tantos, mesmo aqui na minha cidade tão pequena. Mesmo assim, a torcida abraçou a causa e torceu pela sua seleção.
Agora melancolicamente o time volta pro seu lar sem o título da Copa de 2010. Pessoalmente, achei o resultado muito triste, porque o Brasil no jogo contra a Holanda fez um primeiro tempo brilhante. O Brasil merecia, baseado naquele primeiro tempo, ter feito mais gols e vencido, levando em conta o que apresentou dentro de campo.
Mas, havia ainda o segundo tempo e nele, estranhamente, o que era sonho virou pesadelo. Não vou insisitir em relembrar isso.
Antigamente, quando o time brasileiro perdia na Copa as pessoas nem saíam às ruas, ficavam isoladas em suas casas. Na minha cidade era assim. Um silêncio compartilhado por todos, como se alguém muito amado tivesse morrido e estavam todos ali lamentando calados essa perca. Hoje, me parece que muitos já não esquecem a luz do sol, ou o brilho das estrelas. A reação é mais racional, as pessoas buscam explicações e muitos já entendem que isso é um jogo, e a vida tem muito mais pra se ver e viver.
Das palavras passo pras imagens. Então, as charges são uma forma humorada de relatar um fato. Embora, sinta que no Brasil há uma torrente de ódio em relação aos que fazem humor, porque o humorista gosta de ir na veia de um problema. E é preciso entender que a crítica feita através do humor não deixa escapar nenhum detalhe. Chega a ficar sem misericórdia, principalmente quando é humor negro. Cruzes!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe