Pesquisar neste blog

Por que não advertência de imagens nas garrafas de bebidas alcoólicas?

terça-feira, 16 de março de 2010


A exemplo do que ocorre com as embalagens de cigarros, ao meu ver, os recipientes de bebidas alcoólicas também deveriam conter palavras contextualizadas com imagens de advertência.
Utopia minha, não é? Afinal, a indústria do álcool é multibilionária e não é fácil nem desejável se batalhar por isso.
Continuo crendo, mesmo contra os costumes, a cultura bacante e toda visão paradisíaca que o álcool possui, que deveria ser assim também com as bebidas alcoólicas. É minha opinião.
Por que digo com o álcool? Ora, ele mata até muito mais do que o cigarro.
Segundo Jornal do Senado, citado no site Projeto Vem viver:
"A taxa de mortalidade por doenças associadas ao alcoolismo no Brasil subiu de 10,7 para 12,64 óbitos por 100 mil habitantes em seis anos, segundo o Ministério da Saúde. Os dados se referem ao período entre 2000 e 2006. Especialistas acreditam que o número de mortes relacionadas ao alcoolismo pode ser ainda maior."
Então, não seria a hora de mostrar para as pessoas os riscos do consumo irresponsável de bebidas alcoólicas? Ou mesmo que leve as pessoas a indagarem sobre sua relação com o álcool?
Imagine, por exemplo, ver um a garrafa de whisky famoso, das cervejas que descem redondo, quadrado, das cachaças "que prometem só trazer alegria", etc., com imagens de pessoas morrendo em acidentes de carro, de inocentes morrendo vitimados por motoristas bêbados, de brigas seguidas de violência por conta de pessoas descontroladas que abusaram do álcool. De pessoas com cirrose hepática, anemia, problemas na pressão sanguínea, etc.
As "marcas" sempre vão dizer que se tomadas moderadamente elas não são capazes de provocar os conhecidos desastres atribuídos ao alcoolismo. Mas será que é tão difícil assim reconhecer o quanto o álcool está presente neles?
Imagens de homens, pais de família, com vidas destruídas, sem exemplo para os filhos, descaracterizados de sua humanidade. Tudo por conta dos goles diários do álcool.
Isso os comerciais não mostram. Nunca mostrarão. Poucos filmes mostram. O álcool sempre apareceu associado a momentos de prazer, em novelas, seriados, filmes, etc. Na vida real, quando se olha pra muitas pessoas que bebem, geralmente elas aparentam estar se divertindo muito. Quando as pessoas vão se divertir, o álcool não pode faltar.
Sei o quanto pode ser gostoso beber, mas creio que há limites e que as instituições que regulam esse comércio, esse cosmos devem pensar muito mais nos aspectos destrutivos do consumo de bebidas alcoólicas também. O número de mortes, de perdas de vida, de pessoas prejudicadas pelo alcoolismo fundamenta uma campanha forte e friamente sincera nesse sentido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe