Pesquisar neste blog

Sobre meus erros de digitação e de português

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Sei que muitas vezes cometo erros de português, por conta da digitação rápida e desatenção. Mas são erros que depois corrijo, porque sei que em todo espaço de comunicação a gente tem que respeitar a nossa amada língua portuguesa.
Esse depois sei que demora. Fico tão ansioso de compartilhar coisas legais com os "internautamigos".
Mas, fico perplexo como muitas pessoas começam a editar um blog, um site qualquer, começam a compartilhar trabalhos, textos, e a demonstrar suas opiniões, contudo não dão o devido valor à correção textual. Essa correção faz toda diferença, dá mais credibilidade, demonstra respeito em relação ao possível leitor da publicação digital. Não se espera que o blogueiro escreva como um Machado de Assis, mas que evite o ridículo, que evite o erro crasso, do contrário, ele passa a contribuir com a ignorância e desprezo aos conhecimentos mínimos da nossa língua.
Assim, como muitos me pedem conselhos de como blogar, acho que essa recomendação é fundamental: procure ler mais, estudar mais a língua, se informar melhor, ser mais humilde em conhecer e reconhecer suas limitações, não falar o que não tem certeza, fundamentar bem suas opiniões.
Nesse aspecto, não acredite também no corretor ortográfico do editor de texto da Microsoft, o famoso Word. Se não tivermos um conhecimento adequado aceitaremos facilmente toda correção. Digo por experiência própria que o corretor ortográfico da Microsoft deveria ter mais respeito com os utilizadores brasileiros, porque certas correções que ele recomenda chegam a ser tragicômicas.
Também não se sinta totalmente seguro com o corretor do próprio Blogger, ele é baseado no português de Portugal e é bem limitado.
Depois mostro a vocês algumas imagens que capturei de correções sugeridas pelo Word e pelo Blogger.
Já errei muito em não agir do modo como recomendo. Hoje, estou consciente que tento que melhorar continuamente, afinal, uma publicação digital (site, blog, etc.) nos submete a uma exposição pública muito forte. Essa exposição gera cobranças para as quais muitas vezes não estamos psicologicamente preparados para receber.

Um comentário

  1. oi...fiquei espantada com o numero de molduras que vc disponibiliza e a qualidade das mesmas. sou professora de educação infantil e utilizo esse recursos com muita frequencia. muito obrigada por nos deixar partilhar de um trabalho tão maravilhoso! parabéns e continue assim.

    ResponderExcluir

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe