Pesquisar neste blog

Melhores sites para hospedar imagens

sábado, 27 de junho de 2009


Existem inúmeros serviços para hospedar imagens. Esses serviços são conhecidos como image hosting services. Não há páginas na Wikipédia da língua portuguesa (até esta data) sobre o assunto. Até pensei em inserir, mas achei melhor pôr aqui mesmo no blog.

1 - Para que serve um serviço de hospedagem de imagens?
Como o próprio nome diz para hospedar (abrigar) imagens, para uso pessoal (individual) ou para uso em um site. Alguns provedores de serviços para sites e blogs já possuem um próprio sistema de hospedagem de imagens. No caso do Blogspot as imagens são hospedadas no Picasa. Contudo, os serviços de armazenamento de imagens são muito mais democráticos pois possibilitam ao usuário a inserção e compartilhamento da imagem em praticamente qualquer tipo de site, através de códigos html.
Esses códigos possibilitam compartilhar a imagem ou grupo de imagens (nesse caso, chamados de álbuns ou galerias) em diferentes formatos:
1.1 - Thumbnails (miniaturas de imagens)- é exibida apenas uma pequena imagem prévia (miniatura) da imagem original. Ao clicar no link contido no thumbnail, o internauta é direcionado para a imagem original.
1.2 - Códigos para compartilhar prévia da imagem com link para fóruns, e-mails, blogs, sites, etc.
1.3 - Link direto para a imagem. Nesse caso, o usuário digita o link no navegador e visualiza a imagem diretamente no navegador.
1.4 - Código para incorporar (acessar a partir de outra página) a imagem ou grupo de imagens (álbuns), em formato html, BBCode ou galerias flash.
É conveniente dizer que a forma de compartilhar varia de serviço para serviço. Quer dizer, não espere que todo serviço de hospedagem de imagens ofereça tudo que está descrito aqui. Na verdade, os próprios serviços costumam ou falir ou expandir as possibilidades de compartilhamento e armazenamento para o usuário.

2 - Acesso, registro e limitações dos serviços de hospedagem de imagens
Alguns desses serviços exigem cadastro, outros não. Em alguns o cadastro existe, mas não é obrigatório. Porém, se o usuário deseja organizar um espaço e modificar depois os dados da imagem, alterar essa imagem, acrescentar mais imagens, formar álbuns específicos, é altamente recomendável que ele se registre como usuário do serviço. Normalmente, são exigidos apenas o nome de usuário, escolha de senha e um e-mail vinculado à conta.
Esses serviços podem oferecer seu serviços do tipo premium ou free (gratuito). No serviço gratuito geralmente há muitas limitações, a principal delas é o limite para o tamanho da imagem armazenada, que varia de serviço para serviço; outra limitação que pode ser chata é a quantidade de vezes que a imagem pode ser acessada durante o dia, após esse limite a imagem não é mais exibida durante um determinado período.
Assim, é preciso saber escolher o serviço adequado aos propósitos do usuário. Se ele desejar hospedar imagens muito grandes, pode ser que alguns serviços não ofereçam suporte.
Geralmente, esses serviços possuem FAQ explicando suas limitações, características do serviços, leis de copyright, etc. Alguns, por exemplo, não permitem o compartilhamento de imagens eróticas, outros existem com essa principal característica.

3 - Como é o envio de imagens para esses serviços?
3 - Os serviços de hospedagem de imagens geralmente oferecem uma plataforma online para fazer o envio (upload) das imagens. Ou uma por uma, ou por grupos e até pastas. Modernamente, alguns serviços têm oferecido até softwares para fazer esse envio, com a possibilidade de retomar o upload interrompido muitas vezes por falhas de conexão e até programas envio de pastas inteiras para compartilhamento.
O acesso comum se dá online por meio do navegador. Existem botões com barras para especificar o endereço da imagem, ou navegação no seu próprio computador, especificamente na pasta onde está localizada a(s) imagem(s). Geralmente o comando para o envio é o nome upload ou send (enviar).
Uma falta de limitação que costuma incomodar é a permissão de hotlink.

3.1 O que é o hotlink?
O hotlink é a possibilidade de uma pessoa pegar o endereço da imagem e copiar em qualquer outro site sem dar créditos autorais ou aproveitando-se da capacidade de armazenamento de imagens de algum usuário. Se o usuário for do Blogspot e a imagem estiver, por exemplo, armazenada no próprio Picasa, parece não haver problemas, pois todo serviço é gratuito. Contudo, qualquer usuário pode se aproveitar de todo seu trabalho de fotografar, postar e armazenar a imagem. Já é um problemão para quem conta com serviços pagos, em que a exibição da imagem consome banda. Quer dizer, a pessoa copia/compartilha sua imagem no site dela e consome sua banda, a partir do seu site. Neste caso, é necessário recorrer a scripts e serviços anti-hotlink.
3.1.1 Como se dá o hotlink em termos bem práticos?
O usuário passa o mouse sobre a imagem, selecionando essa imagem; aí clica/digita Ctrl C ou utiliza o comando copiar na imagem desejada, do mesmo modo como se faz com um texto. Daí cola o conteúdo copiado (imagem) no seu site e passa a consumir banda de outro usuário. Alguns usuários podem cair numa fria ao fazer isso, pois alguns serviços costumam monitorar seus sites e ver quem fez hotlink e daí substituir essa imagem por alguma de conteúdo até indesejável (pornográfico, por exemplo).

3.2 Quais as principais recomendações para quem quer utilizar imagens de outros sites:
- A principal é obviamente o respeito aos direitos autorais, da imagem. Só utilize com autorização ou lendo as próprias indicações de autorização para uso da imagem; alguns sites autorizam desde que citada a fonte;
- Verificar quais os níveis de compartilhamento da imagem no próprio site (alguns deixam isso bem claro), perguntar à font/site/autor se pode ser inserida em seu site. Por exemplo, se têm licença Creative Commons, etc.

4 - Lista de serviços de hospedagem de imagens (image hosting services list):

No blog eu utilizo muito, o radikal.ru e ,como os usuários já notaram, o próprio Blogger/Picasa, especificamente para imagens em miniaturas e imagens até 3 megabytes, mas nem sempre e isso não é regra. O serviço de armazenamento do Google é muito limitado e não tem uma boa velocidade de upload. Contudo, é bem direto e não exige muito conhecimento do usuário, nem de quem edita as postagens do blog (blogger) nem de quem acessa o blog (usuário).
O radikal.ru é pouco conhecido no Brasil, é disponível na língua russa, todo escrito com caracteres cirílicos, mas carrega rápido, suporta imagens bem grandes e dificilmente fira offline, a não ser quando faz manutenção. Em vários anos de uso, apenas uma vez o radikal.ru me perturbou. Fora que ele, de um modo que exige atenção, aceita acelerador de download. Para isso, acesse a página indicada no thumbnail da imagem; depois disso, clique com o lado direito do mouse sobre a imagem e copie o endereço da imagem (leia direitinho pra dizer que não entendeu depois). Agora é só ir no seu acelerador de download (se usa algum) e colar o endereço da imagem. Vai baixar com toda velocidade da sua banda, nesse caso.

Agora a minha lista de sites que permitem hospedar imagens. Esses eu posso recomendar pois utilizo:

http://radikal.ru
http://www.imagebam.com
http://www.imageshack.us
http://www.dumpanimage.com/
Flickr.com
http://photobucket.com
http://webshots.com/
http://tinypic.com
http://freephotoserver.com/
http://www.shotaddict.com/gallery/

Daqui para baixo não utilizo, mas testei e funcionaram:

http://pixup.xpuser.net
http://www.imgtank.com
http://www.imagevenue.com
http://www.imgspot.com/
http://pix.nofrag.com
http://www.putfile.com/
http://www.imgspot.com/
http://www.dateihosting.de
http://www.bilder-hosting.de

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe