Pesquisar neste blog

Carregando...

Mais um Patinho feio (poesia)

terça-feira, 2 de junho de 2009

Amados, eu não ia botar essa imagem pra essa poesia meia melancólica. Mas, fiquei apaixonado por esse patinho feio e esse rato assustado. O filme é de 2006 e eu nunca tinha ouvido falar dele. Mas me deu uma curiosidade imensa de saber como é. Achei a fisionomia e o aspecto físico desses dois personagens fantásticos.
Sobre o filme (em inglês):
http://www.irishfilmboard.ie/movie/Ugly_Duckling_and_Me/512


A foto acima é uma imagem escaneada do escrito original feito por mim com caneta Bic.

Mais uma poesia sem rima
Sem pé nem cabeça
Mais um patinho feio
O osso ruído
O cisne negro
A feia na vitrine
Um bêbado, uma equilibrista
Um sonho de Ícaro que voa com o vento
Alice esperando conhecer um mundo novo
Nenhum detalhe vermelho no chapéu
Os lobos correm sem destino e sem floresta
A ponte caída de um rio que secou
Memórias que o vento levou
Uivantes ventos, ventos uivantes
A beleza adormecida, a feiúra agonizante
Um labirinto sem saída
Minotauro cansou
Onde está o mágico?
Cadê Sininho?
Merlim sem chapéu
Um pássaro que não entrou na arca de Noé
Um Titanic que nem zarpou
Porque já toda água virou iceberg
Nenhum ET apareceu para David
Uma única noite em mil anos
Um único lugar para oitenta balões
(Jackson Angelo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe