Pesquisar neste blog

Homenagem aos pedreiros

sábado, 2 de maio de 2009

Sempre admirei essa milenar profissão. Quem nunca precisou deles? Ou quantos já não construíram sua casa com suas próprias mãos? Apesar de sua importância, apesar de que por toda casa suas mãos sofreram, ganharam calos, seu corpo sofreu, seu suor foi derramado, muitos continuam desvinculados de sindicato, muitos trabalham sem carteira assinada. Eles são tão necessários quanto anônimos. A data comemorativa da profissão no Brasil é 26 de dezembro.
Sobre a atividade, achei muito importante o texto de Jacinta Cericato, no livro datas comemorativas e históricas:

Dia do Pedreiro

O pedreiro é um dos operários mais antigos da história do mundo. A profissão surgiu quando o ser humano saiu das cavernas e passou a construir sua própria casa. Esse operário rudimentar evoluiu, se especializou e se profissionalizou fazendo do uso de pedras e tijolos uma arte para construir as cidades.

O próprio Jesus era conhecido como um carpinteiro ou operário da construção civil: "Não é ele o carpinteiro [...]?" (Mc 6,3). O livro dos Atos informa que o apóstolo Paulo sabia fabricar tendas (casas) e que trabalhou nessa atividade em Corinto, com o casal Áquila e Priscila: "[...] tinham a mesma profissão - eram fabricantes de tendas [...]" (At 18,3).
Em 1549, quando o governador-geral Tomé de Sousa desembarcou na Bahia, trouxe na sua comitiva um grupo de pedreiros portugueses, que vieram construir uma fortaleza de pedra e cal, por ordem do rei de Portugal.

No Rio de Janeiro, um documento de 1573 atesta que, no Brasil, o mais antigo pedreiro foi João Ribeiro.
O pedreiro é um profissional contratado ou avulso. Ele atua nas áreas ligadas à construção civil de obras públicas ou privadas, executando alvenarias exteriores e interiores em casas e edifícios; edificando a estrutura de edifícios; revestindo maciços de alvenaria, de pedra, tijolo ou outros materiais, utilizando diversas argamassas. O pedreiro profissional conhece a técnica da preparação de argamassas e a utilização dos instrumentos e máquinas apropriados, como: colher de pedreiro, pá, régua, fio de prumo, esquadro, betoneira etc.

Em decorrência do desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, o pedreiro precisa se atualizar para usar os materiais de modo adequado, precisa saber ler e interpretar desenhos e outras especificações técnicas; verificar a qualidade do trabalho executado; analisar o plano de execuções de acordo com as dimensões pedidas; enfim, controlar a qualidade da obra.

Embora o pedreiro não ocupe, hoje, uma posição de destaque social, em virtude da sua pouca instrução, ganha em importância pela sua contribuição braçal na construção da sociedade. Em razão disso, vários países mantêm memoriais em homenagem a esses profissionais. Em 1961, o presidente Juscelino Kubitsckek de Oliveira determinou que fosse erguido um monumento aos pedreiros, visto que foram eles que construíram a nova capital brasileira, em 41 meses.

Atualmente, o pedreiro é vinculado ao Sindicato dos Operários da Mão-de-Obra da Construção Civil, cujo objetivo é melhorar as condições de trabalho da categoria, no que se refere à sua segurança física e aos seus direitos trabalhistas, estabelecidos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
Em inglês, a profissão de chama bricklayer, ou popularmente brickie. A Wikipédia na língua inglesa apresenta mais informações sobre a atividade.

Para baixar clique na imagem;

DOWNLOAD: 4SHARED.

Um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe