Pesquisar neste blog

Os icebergs

quarta-feira, 29 de abril de 2009


Tua alma sedenta por uma palavra de carinho
Um abraço por mais veloz que fosse
Enquanto tantos falam sobre a grandeza da paz e do amor

Você é invisível e ninguém te vê

Tantos falam sobre a solução dos conflitos e apresentam manuais coloridos
E nunca vêem que palavras não bastam, e a lama recobre todas as cores
Qualquer um pode tentar escrever bem
Copiar a bíblia inteira não torna ninguém bonzinho
Não há nada escrito com o coração nas atitudes nem nos gestos

Tantos falam sobre a imensidão do céu
E mergulham no caos do seu pequenino e anão "eu"
Tantos falam sobre a majestade da luz
E não ajudam os cegos a atravessar a rua
Tantos falam sobre a glória do sol, da lua, das estrelas
Mas sequer encaram nos olhos dos que caem nas esquinas
Dos que tropeçam em despenhadeiros
Dos que se afogam em rios lamacentos
E são devorados por areias movediças
Os olhos se confundem com os mesmos abismos que carecem de luz

Esse deus está morto! Esse deus é a morte! Esse deus chamado 'eu"

Calor humano?
Os icebergs cercam o oceano
E destroem sem dó tantas frágeis embarcações!
(Jackson Angelo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe