Pesquisar neste blog

O show da solidão e o toque de Jesus

quinta-feira, 2 de abril de 2009

No show isolado e tão íntimo, tão próximo da solidão
A dor que sempre está em algum lugar
Parece calar todo o universo
E fazer despencar todas as estrelas
Como se o sol naufragasse na própria escuridão que o rodeia
No show da solidão
Ninguém é de verdade feliz
Por mais que se amontoem os troféus
A dor que nunca morre
Mata sem dó!
O corpo pára, a velocidade não existe, o tempo pára, tudo pára
Como se pode correr se está dentro de você?
Você quer um barco, mas tem que aprender a nadar!
Que fazer se, em alguns momentos, a taça tem que ser bebida?
Ainda que seja o próprio sangue a lhe preencher!?
No show da solidão
Tudo está escuro
Não há holofotes, não há álcool
A imensidão é o vazio
Os dois lados da ponte têm o mesmo destino
O deserto se estende por milhares de quilômetros
No show da solidão, toda esperança parece se esconder

Chamo a Jesus pra me ajudar
Chamo a Jesus pra me dar forças
Pra suportar a dor
Dor que parece devorar a alma, os dias, os sonhos, a fé

Depois das lavas do vulcão poderá a fertilidade da vida brotar
Dentro de mim
As flores voltarão a exalar seu perfume
O sol irradiará seu brilho e calor
Quando Jesus estender suas mãos
E eu repousar no seu toque de amor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe