Pesquisar neste blog

Minha festa

quinta-feira, 23 de abril de 2009


Minha festa
Na minha festa não quero que as pessoas se vistam de caixões
Quero todas bem à vontade vestidas de vida real
Sem olhos maquiados de cegueira
Quero que vejam e vejam bastante
Não quero luzes escuras
A luz tem que brilhar intensamente
Quero trabalhar bastante os meus ouvidos
Não quero que os sapos miem
Quero ouvir os cavalos rincharem
Os sapos coaxarem
Os cachorros latirem
Os macacos pularem de galho em galho
Os mosquitos podem correr pra luz
Quero os humanos como eles são, apenas humanos
Ser um ser humano é ser tanta coisa ao mesmo tempo
E tanta coisa querer se expressar no coração de uma única vez
Não quero pratos que deixem a pessoa com mais fome ainda

Cada dia, quero uma festa no meu coração
E convido toda lembrança boa, toda sinceridade e paz de consciência
Convido também toda culpa, toda dor que ainda restar pra um diálogo
Quem sabe uma feliz despedida
Então quero me ver soltando balões e fogos
E cantando e dançando, livre e embriagado de paz e liberdade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe