Pesquisar neste blog

Wallpaper Lonesome (jpeg)

quinta-feira, 20 de março de 2008

Download: clique nas imagens!


WILF - what was I looking for (SÍNDROME DE PESQUISAS INÚTEIS)

Uma pesquisa realizada no Reino Unido indica que trabalhadores britânicos desperdiçam em média dois dias de trabalho por mês com buscas inúteis na Internet.
A pesquisa da instituição YouGov diz também que 70% dos 34 milhões de internautas do país perde quase um terço do seu tempo online em buscas que não têm objetivo definido.
Os homens seriam o grupo mais afetado pelo problema, que analistas de hábitos na internet batizaram com a sigla WILF, juntando as primeiras letras da frase "o que eu estava buscando?" em inglês ("what was I looking for").

Sexo e compras

Um terço dos internautas chegou a admitir que essas pesquisas inúteis chegaram a prejudicar o relacionamento com suas parceiras.
Os maiores culpados pelos problemas identificados na pesquisa seriam os sites de compras e os de conteúdo sexual.
"No entanto, o estudo mostrou que, embora as pessoas se conectem com algum objetivo, elas têm tantas ofertas e distrações online, que muitos se esquecem porque estão lá e para quê, e acabam surfando sem destino durante horas", disse Lloyd.
FONTE: http://www.dependenciadeinternet.com.br/article/articleview/10/1/8/

Você acha que e normal ligar e desligar diariamente seu computador?

Vivo dizendo isso pra uma porrada de gente, mas o raciocínio do brazuca ainda não alcançou o que seja um pc.
Você acha que e normal ligar e desligar diariamente seu computador?
Poucas pessoas sabem que uma CPU deve funcionar em regime contínuo, ou seja, uma vez ligada, só deverá ser desligada quando houver necessidade de manutenção periódica ou limpeza. Exceto em tais condições, a CPU deve ser mantida ligada o tempo todo!
80% dos defeitos que surgem em computadores pessoais, principalmente os deplaca mãe, processador, HD e memória, acontecem durante o processo dedesligar e ligar o equipamento! Resumindo, se você quiser ter menos problemas com o hardware de seu Computador, compre um nobreak, de preferência um Raghtech Micron 11 700 VA, que custa barato e permite acoplar uma bateria automotiva de até 45Ah, estendendo assim a autonomia para maisde 5 horas de funcionamento caso falte energia, permitindo manter seu computador ligado 24 horas por dia! Uma CPU apenas, mantida ligada 24 horas por dia, consome menos do que se ela for ligada e desligada várias vezes diariamente! Com a atual tecnologia existente para controle de energia, oconsumo mensal de uma CPU pode não ultrapassar a R$7,00 em sua conta de luz!A tecnologia cmos e mosfet promove um baixissimo consumo nos circuitos eletrônicos!Afinal de contas, por qual razão você acha que existem as condições "Hibernar" para monitores e "Espera" para CPU em sistemas operacionais mais novos, ou por qual razão os sistemas operacionais possuem recursos programáveis de "Opções de Energia"? Aqui no Brasil temos uma visão diferente de computador pessoal, mas já há muitos anos lá fora, um computador é como um eletrodoméstico que tem participação ativa e importante em sistemas automatizados dentro do lar ou no trabalho, que envolvem desde controle de temperatura ambiente, sistemas de segurança, sistemas por comando de voz e muitos outros dispositivos são ligados e administrados por um ou vários computadores! Já imaginou o problema que seria se eles ficassem desligados?
*Nelson J. Ribas
Consultoria em Informática

Lula Comăneci


Resolvendo o problema de letras acentuadas estranhas.

Resolvendo o problema de letras acentuadas estranhas.

Voce pega um arquivo. Enche ele de acentos. Fica tudo bonitinho. De repente, envia por e-mail em outro computador ou passa pela rede, ou copia no pendrive e.... .... .... BOOM!! Um monte de caracteres estranhos. Se você já foi vitima desse tpo de incidente, veja aqui as formas de se contornar elegantemente esse problema.


A Causa.
Isso acontece por quê existem padrões de codificação de caracteres diferentes nos arquivos. A salada é a seguinte. Alguns sistemas operacionais (windows xp e kurumin são alguns deles) utilizam um sistema de codificação reconhecido pelos padrões internacionais como sendo do ocidente europeu chamados iso-8859-1. Este padrão também é usado no Brasil. Acontece que de uns tempos pra cá, um novo padrão foi sendo utilizado por várias distribuições e sistemas operacionais (ubuntu e Windows Vista são uns deles) que ao que tudo indica, é a nova padronização internacional denominada UTF-8 e é aí que dá o rolo. Um arquivo criado sobre codificação iso-8859-1 aparece com caracteres acentuados totalmente errados em um sistema configurado para entender a codificação UTF-8, e vice-versa. Este é o problema que vamos contornar.

Solução pelo Software.
Alguns softwares até ajudam um pouco permitindo que você escolha a codificação do arquivo e o salve com outro formato. Quase todos os editores de textos do KDE fazem isso e a maioria de suas aplicações também. Aqui no exemplo, vemos uma tela do Kwrite exibindo todos os códigos possíveis para uma eventual correção ou mudança na codificação. É só escolher e salvar.

Boa! Mas é quando o software em questão não tem o recurso?

Usando a ferramenta 'iconv'
O iconv é uma ferramenta em linha de comando que corrige facilmente os arquivos de texto, alterando assim a sua codificação e permitindo uma rápida correção dos mesmos.
Imagine que se tenha o seguinte arquivo de texto:

texto-iso-88591
este texto � um exemplo que acentos acentuados
que usam outros caracteres podem aparecer completamente distorcidos.
Como exemplo, o texto acima tem apenas um caractere estranho, mas agora,
veja abaixo:
D�vido que voc� tenha paci�ncia e a��o para a boa compreen��o desta m�xima.

Use o iconv para converter o texto assim:

iconv -f iso-8859-1 -t utf-8 texto-iso-88591

este texto é um exemplo que acentos acentuados
que usam outros caracteres podem aparecer completamente distorcidos.
Como exemplo, o texto acima tem apenas um caractere estranho, mas agora,
veja abaixo:
Dúvido que você tenha paciência e ação para a boa compreenção desta máxima.

Não tem segredo né? -f significa from ou seja, a codificação atual do arquivo. -t significa to, ou seja, como o arquivo deverá ficar. Para maiores informações dê uma olhada no manual com o comando: man iconv.
Como se pode observar, o iconv mostra na tela, o texto escrito da maneira correta, mas não corrige o texto propriamente dito. Isso é ótimo, pois assim, além de não estregarmos o texto com algum acidente, vemos o resultado primeiro para só depois aplicarmos. Se tudo estiver ok, então é só pegar a resposta do iconv e redirecionar a saída para outro arquivo.

iconv -f iso-8859-1 -t utf-8 texto-iso-88591 > texto-utf-8

Pronto! O arquivo texto-utf-8 é a correção do arquivo texto-iso-88591.

Atenção!!
Nunca codifique um arquivo por engano pois os danos são irreversíveis.
Por exemplo. Um arquivo codificado em utf-8 que algum idiota colocou caracteres esquisitos, e você, imaginando estar em iso-8859-1, rodou o iconv para a conversão de codificação. Já era! Vai ter que corrigir no braço. Para evitar esse tipo de problema, use o comando file e descubra o formato do arquivo antes.

file arquivo-suspeito.txt

Um script para converter vários arquivos ao mesmo tempo.

Se você copiou uma pasta inteira com 100 arquivos com outra codificação, pode usar um for para facilitar sua vida:

for arquivo in `ls`; do iconv -f iso-8859-1 -t utf-8 $arquivo > novo_$arquivo


Fácil né?!

Tá bom. E os nomes dos arquivos?
Esse é realmente o galho mais chato. Além de ser o mais freqüente, e pra váriar o menos comentado.
Voce vai em uma pasta compartilhada, Windows XP e lá tá... Um monte de arquivo de todo o tipo com o nome errado. Esses arquivos, ou você renomeia, ou não abre direito e mais um monte de problemas que você enfrenta. Mas o pior mesmo é quando uma praga de nome esquisito é local. Em sua própria máquina. O KDE não renomeia o arquivo, dizendo que o arquivo não existe e, via terminal, bem, é meio difícil voce achar a tecla � para digitar em seu teclado.



Fuçando na internet, eu até encontrei alguns scripts legais usando o iconv e mais um monte de loucura para ele renomear os nomes de arquivos. Até cheguei a bolar alguns scripts bem legais mesmo. Mas não é necessário nada disso pois existe um programa muito mais prático que resolve esse problema de forma bem mais rápida. É o convmv.

O convmv faz o mesmo que o iconv, mas faz com os nomes de arquivos, resolvendo assim nosso terrível problema. Bem, vamos ao trabalho.

Para o nosso exemplo, vamos tomar como base o arquivo relat�rio.txt. Execute o comando:

convmv -f iso-8859-1 -t utf-8 relat?orio.txt

Veja que você pode usar um ponto de interrogação normal (ou o caractere que o terminal exibir no comando ls) ou simplesmente usar o poderoso para completar automaticamente o nome do arquivo, tanto faz.
A saída que o comando vai gerar é algo como isso:

Starting a dry run without changes... mv "./relat�rio.txt" "./relatório.txt" No changes to your files done. Use --notest to finally rename the files.

Ou seja, ele vai exibir a correção primeiro e caso tudo esteja ok. então sim, use o mesmo comando, porém com a opção --notest na frente.

convmv -f iso-8859-1 -t utf-8 relat?rio.txt --notest


mv "./relat�rio.txt" "./relatório.txt" Ready!

Se você for esperto, pode adaptar o script lá de cima para este comando também. Fica com lição de casa.

Acertando o apache
Se você tem um servidor WEB e já viu este problema nas páginas, deve saber que não é muito legal mudar o layout de uma página da Web. Até mesmo por que são muitas e muitas páginas, dependendo do que você quer fazer. A solução é fazer um pequeno ajuste no apache para que o Servidor Web corrija as páginas. A solução é simples.
Vá, ou no arquivo do seu site (ex.: /etc/apache2/sites-available/seu-site), ou no httpd.conf, ou no /etc/apache2/conf.d/charset (para ubuntu) ou em /etc/apache2/apache2.conf, bem, você é o administrador! É sua obrigação saber onde está o seu arquivo de configuração hehehehe. Mas como eu ia dizendo, vá há um desses arquivos e adicione ou descomente a seguinte linha:

AddDefaultCharset UTF-8

Pronto! Tudo resolvido.
Fonte: http://prof-david.blogspot.com/2008/02/resolvendo-o-problema-de-letras.html

Wolverine wallpaper (jpeg)

Acho intrigante as razões para o fascínio em torno deste personagem! Ele não tem tantos poderes sobrenaturais e exóticos como outros X-men da vida e da morte. Nem tem a pinta de um bom mocinho como Clark Kent. Nem o aparato técnico criado pela mente disciplinada e genial de Batman. Nem a grosseria alien-irracional de Hulk. Sua fusão com o metal não é super-cyborg, como de tantos desta era de bionificação dos homens na chamada dark art. Nem se esconde em um inútil visual apoteótico, com estilo glamour gay dos Cavaleiros do Zodíaco (com todo respeito aos seus fãs).
O que que ele tem que eu não tenho? Garras? Tou só brincando! Acho o cara legal!

Download: clique na imagem!

1024x767 pixels; 73 kb; jpeg

WALLPAPER: OBSESSÃO (jpeg)

Que representação perfeita da obsessão!! Mesmo que seja a mais doce!
Download: clique nas imagem!


1024x767, formato jpeg

Veja e entenda: Criatividade é uma travessia e faz a diferença

Veja e entenda: Criatividade é uma travessia e faz a diferença.
A travessia do monótono, do comum para algo diferente, inteligente, mesmo quando retrata a mais vil burrice. O lixo, a comida, os papéis usados, as revistas velhas, objetos aparentemente sem serventia. Não precisa usar ouro ou diamante. A criatividade usa o que pode, ela transcende, pois é uma mãe sempre querendo dar a luz. Uma mãe que não precisa obrigatoriamente de um pai para fecundar. Sua matéria-prima é infinita, mesmo quando parece ter acabado, mesmo quando a inspiração está no deserto.











Tem gente que mais parece uma cobrinha (png)

Estas imagens caem muito bem pra lembrar aquelas pessoas que são umas cobrinhas, mesmo assim, a gente ainda consegue gostar delas, né??

Imagens de alguns bichinhos (png)



Mais bichinhos de pelúcia (jpg)

Conheço várias meninas que adoram bichinhos de pelúcia! Aqui vão algumas imagens deles!

Download: clique nas imagens!

Teddy Frames (jpg)

Faunarquia
Depois vejo se encontro um tamanduá-bandeira de pelúcia
Ou um tatu de pelúcia
Ou um papagaio de pelúcia
Um mico-leão dourado herói de algum conto ou desenho
A desconhecida fauna brasileira
Desconhecida do povo brasileiro
Ausente nos gibis
Ausente nas salas de aula
Pergunte a uma criança aqui sobre os animais que ele mais gosta
Mais conhece
Fauna ausente e, repentinamente, se extinguindo
Por um punhado de pão de tanta gente faminta
Faminta de comida, água, amor e esperança
Ausente dos zoológicos (talvez pra sorte deles e azar da fauna típica da África),
Ainda com os mais conhecidos da Terra
Também, tantas passagens por Hollywood, Circos, Hannah-Barbera
Tantas mãos, dólares, shows e jaulas
Em um mundo onde o crime é institucionalizado escancaradamente
Um mundo regido por tiranias
Por bandidos, criminosos, que não matam com as próprias mãos
Matam com seu simples desprezo
Matam e se tornam heróis

06 composições gráficas para fotos e mensagens (png)

Download: clique nas imagens!!!!!!!!
PNG | 2119 x 1351 | 454 KB.

PNG | 2112 x 1271 | 478 KB.
PNG | 2116 x 1297 | 684 KB.



PNG | 2122 x 1359 | 934 KB.
PNG | 2126 x 1298 | 1.11 MB.
PNG | 2113 x 1290 | 684 KB.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe