Pesquisar neste blog

Nunca conseguirás fazer um caranguejo andar direito

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Century of Progress (Arthur Ross, 1933)

"A fonte é Aristófanes (A paz, 1083), trecho em que o intérprete de oráculos Hiérocles defende desastradamente a inexorabilidade da guerra, desenterrando lugares-comuns desgastados. Essa expressão deriva de uma fábula de Esopo (319 Hausrath, retomada por La Fontaine [12,10]), em que um caranguejo pede em vão à mãe que lhe ensine a andar direito: na verdade, esse não é o elemento nodal do conto, cujo foco está no fato de que a mãe, sempre pronta a censurar o filho, não consegue dar-lhe instruções corretas. É retomada ainda em nível proverbial para indicar a existência de casos em que é impossível ensinar, como também demonstra Кαρκίνος όρφά βαδίζειν ού μεμάφήκεν, "o caranguejo não aprendeu a andar direito", registrado por Apostólio (9,50, cf. também nº 110). Às vezes não existe nenhum valor pedagógico específico, como em Кαρκίνος πορεία, "o passo do caranguejo", registrado em Appendix Proverbiorum (3,45), e geralmente em latim, sobretudo em Plauto, cf. Pseudolus, 955 e Casina, 443 (explicação da imagem, que parte do trecho de Pseudolus, está em De língua Latina, de Varrão [7,81]). Nas línguas modemas, "andar como caranguejo" indica um retrocesso: ver, por exemplo, o francês Marcher en crabe, o alemão Krebsgange, o italiano Fare come i gamberi. No Brasil se diz Pau que nasce torto, tarde ou nunca se endireita (para os paralelos em outras línguas, cf. Mota 164)."

Extraído de:

TOSI, Renzo. Dicionário de Sentenças Latinas e Gregas. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

Vou tentar não explicar e , sim, não me perder na falta de esperança. Um indivíduo comum, EU, tem o poder de escolher, embora as opções de escolha sejam bem limitadas e muitas vezes não deixem a menor possibilidade de proporcionar um mínimo de felicidade. Não é incomum ocorrer que muitas decisões acabam por se apoiar no mínimo de tristeza e dor que as opções parecem causar ou claramente causarão. Há situações em que não desejamos nenhuma das opções possíveis. Por exemplo, pra não ficar só no abstrato, tenho que escolher um emprego. Um emprego que garanta minha sobreviência? Sim! Mas, eu poderia escolher morrer sem trabalhar. Eu posso fazer uma escolha. Posso deixar todo mundo escolher por mim? Sim, isto seria uma escolha minha também. Até que ponto posso estar ciente ou consciente disto vai depender em muito de mim, ainda que outros tentem me acordar ou adormecer. O que é que os seres humanos não tentam (falo isto considerando o conjunto, não o indivíduo)? Se eu nascer aleijado, ou cego, e coisas assim, bem, terei que avaliar bem minha condição SE EU QUISER.
Se nascer louco, ou ficar louco? Dentro do que ele pode, alguma escolha por mais louca que seja ele fará. Certo que existem questões éticas que merecem crédito e respeito e não vou julgar nada neste momento, confesso-me despreparado.
Posso escolher não trabalhar em nenhuma profissão, ou ser sustentado pelo governo ou ser um mendigo. O que me impede? Isto vai depender de mim, do meu medo da miséria, do meu medo da morte, da solidão, do desprezo, do escárnio, do vitupério, do valor que quero para meu nome, etc.
Posso querer uma carreira profissional que me dê condições de comprar um carro zero a cada três anos, pelo menos; de viajar o munto inteiro?? Sim. E normalmente isto exige grandes talentos e muita dedicação a estudos, enfim, muitas renúncias materiais.

As pessoas podem ser manipuladas? Sim, elas podem ficar cegas, podem ser dominadas pelos preconceitos e ideologias, e que tipo de escolha é possível nestas condições??
Posso sonhar (dentro de mi eu sei que posso, EU TENHO CERTEZA), fantasiar, viver a realidade, matar a realidade, transformar a realidade pra melhor, pra pior, posso ter amor-próprio ou vegetar suicidamente. E poderei não ser muito diferente de uma pedra.
Enfim, EU acredito que o pau torto pode ser endireitado. O carácter de alguém pode ser reformulado, consertado. E creio que pessoalmente temos muito pouco ou quase nenhum poder pra isto.
Só que eu tenho o privilégio de conhecer a Deus e pra mim jhá foi provado que NADA PARA DEUS É IMPOSSÍVEL!!!!! Quem provou? O próprio Deus. Ai! uma patada de DINOSSAURO!!!!
FUI ATINGIDO POR ESTA PATADA DE DINOSSAURO!!!!!
E isto eu não posso escolher: a existência de um ser eterno acima de tudo. Posso escolher não acreditar que Deus existe? Sim. Nada me impede!!!
Quanto a Deus, eu, se fosse possível, não escolheria servir, adorar, obedecer. Eu queria ser o meu próprio deus, mas descobri que isto é ilusão. Eu não procurei descobrir, Deus ESCOLHEU me mostrar o que é verdadeiro. Como eu poderia escolher o menos racional: renunciar ao meu próprio eu, e não fazer mais a minha vontade? Não mais escolher o que me agrada?
É coerente se ponderar que existem pessoas cujo coração as inclina à morte e à tristeza, e cujos prazeres são doentios, ainda considerando a luta de uma força invisível que impulsiona a humanidade a valorizar, aceitar e buscar formas alternativas de vida, que interpretam a dor como prazer, a vida como morte. E banaliza terrorismo, violência, insanidade, malignidade, como coisas absolutamente normais e fundamentais à existência humana. Quanto a estas pessoas seria uma sorte pra elas estarem protegidas de si mesmas, pois há monstros dentro delas que batalham contra a sua frágil consciência, contra os quais não possuem qualquer forma de reagir e derrotar, não por si mesmas, não unicamente em si mesmas.
É como um homem querer se transformar noutro animal. Certo que há vários paralelos e comparações possíveis. O homem pode se bestializar na forma, no modo de ser, de estar, de viver, de tratar, de se relacionar, mas vai ser essencialmente homem. Por que? Por que foi isto o que Deus escolheu pra ele. Não quero nem posso dizer que tudo é escolha de Deus, o rumo que a vida de cada um toma vai depender da própria pessoa, se ela quer ou não seguir o que Deus mostra como melhor e mais seguro, etc. E por cada escolha, cada um paga o devido preço a seu tempo.
É duro saber que Deus deixou a fé como forma de aproximação com Ele. Não entendo porque a fé tem que ser provada como ouro e porque Deus coloca na nossa fé um meio de salvação em Jesus Cristo.
EU TENHO QUE ESPERAR EM ALGUÉM QUE NUNCA VI, QUE NUNCA TOQUEI , tenho que crer que tenho espírito, que existe o diabo.
Que raiva! Não posso nem brincar com isto, nem descuidar, porque EU, EU já batalhei contra a presença, ação e influência de demônios no meu quarto, na universidade, nos meus sonhos e na minha realidade. Eu sei que eles existem, já pude ouvir sua voz, só ainda (graças a Deus) não fiz exorcismo. Ultimamente, tenho buscado tão pouco o escudo de Deus que acho que não sairia vencedor em uma batalha destas.
Por que o mundo é assim (tomo o lado lamentável: crimes, miséria, infelicidades, lástimas, etc)? Ora, o mundo não saiu de nossas cabeças, saiu da imaginação de Deus, da sua vontade, do seu querer. Deus não tem dúvidas nem pensamentos divididos como os nossos. Isto é tão difícil de explicar. Deus não quis ninguém infeliz a princípio. Mas, verdadeiramente, Ele nos deu o poder de escolher, e até hoje nos dá. Mas, Ele apresenta a verdade. e a verdade está na Bíblia. Meu Deus, acho um milagre eu crer na Bíblias, crer que os livros que hoje formam a Bíblia são divinamente inspirados, não nasceram por atos individuais ou vontade humana! Deus já havia registrado tudo antes, mas apenas repassou o que Ele já sabia. Como posso saber o que Ele sente ou pensa, afinal? Nunca fui Deus, sou de carne e osso, não um ser espiritual. É outra natureza, outra forma de ver, certamente não tão restrita e cega como a nossa.
Não posso mudar o que Deus escolheu. Quando a morte chega, é tarde demais e finalmente é possível a verdade, mas o preço a ser pago por muitos não quero nem imaginar. A bíblia diz que o inferno é dor e ranger de dentes.
Finalizando, Buscai a Deus enquanto se pode achar, invocai-O enquanto está perto.

I will try not to explain and, yes, not to get lost in the lack of hope. A common individual, ME, he has the power to choose, although the choice options are very limited and a lot of times don't leave to smallest possibility of providing a minimum of happiness. It is not uncommon to happen that a lot of decisions end for supporting in the minimum of sadness and pain that the options seem to cause or clearly they will cause. There are situations in that we didn't want none of the possible options. For instance, for not being alone in the abstract, I have to choose a job. A job that guarantees my survival? Yes! But, I could choose to die without working. I can make a choice. Can I leave everybody to choose for me? Yes, this would be my choice also. To what extent I can be aware or conscious of this it will depend in a lot on me, although others try to wake up me or to fall asleep. What don't the human beings try (do I speak this considering the group, no the individual)? If I am born cripple, or I blind, and things like this, well, I will have to evaluate my condition well IF I WANT.
If someone is born crazy, or to be crazy? Inside than he can, some choice no matter how lunatic is he will do. Certain that ethical subjects that deserve credit and respect exist and I won't judge anything at this time, I admit myself without any preparation.
I can choose not to work in any profession, or to be sustained by the government or to live of alms. What does impede me? This will depend on me, of my fear of the poverty, of my fear of the death, of the solitude, of the contempt, of the gibe, of the insults, of the value that I want for my name, etc.
I can want a professional career that feels conditions of buying a car witrh zero km every three years, at least; of the whole munto to travel?? Yes. It is usually this demands great talents and a lot of dedication to studies, finally, many material renouncements.
Can the people be manipulated? Yes, can they be blind women, can they be dominated by the prejudices and ideologies, and what choice type is possible in these conditions??
I can dream (inside of me I know that I can, I am SURE), to fantasize, to live the reality, to kill the reality, to transform the reality for best, for worst, I can have self-respect or suicidamente to vegetate. And I cannot be very different from a stone.
Finally, I believe that the crooked wood can be straightened. The character of somebody can be reformulated, repaired. And I believe that personally has very a little or almost any power for this.

Only that I have the privilege of knowing God and for me jhá was proven that NOTHING FOR GOD is IMPOSSIBLE!!!!! Who did prove he? Own God. Oh! a kick of DINOSAUR!!!!
I WAS REACHED BY THIS KICK OF DINOSAUR!!!!!
And this I cannot choose: an eternal being's existence above all. Can I choose not to believe that God exists? Yes. Anything I impede!!!
As for God, me, if it was possible, he would not choose to serve, to adore, to obey. I wanted to be my own god, but I discovered that it is a illusion. I didn't try to discover, God CHOSE me to show what is true. As I could choose the least rational: to resign to my own one me, and not to do more my will? No more to choose it what it pleases me?
It is coherent if he considers that people exist whose heart tilts them to the death and the sadness, and whose pleasures are morbid, still considering the fight of an invisible force that it impels the humanity to value, to accept and to look for alternative forms of life, that interprets the pain as pleasure, the life as death. And it vulgarizes terrorism, violence, insanity, malice, as things absolutely normal and fundamental to the human existence. As for these people it would be a luck for them be protected of themselves, because there are monsters inside of them that battle against his/her fragile conscience, against which don't possess any form of to react and to defeat, not for themselves, no only in themselves.
It is as a man to want to transform in another animal. Certain that there is several parallel and possible comparisons. The man can be made as beast in the form, in the way of being, of being, of living, of treating, of relating, but he will be essentially man. Why? Why was this that God chose for him. I don't want nor I can say that everything is choice of God, the direction that the life of each one takes will depend on the own person, if she wants or the one that God shows as better and safer not to proceed, etc. And for each choice, each one pays the due price at his/her time.
It is hard to know that God left the faith as approach form with Him. I don't understand because the faith has to be proven as gold and because God puts in our faith a middle of salvation in Jesus Cristo.
I HAVE to WAIT IN SOMEBODY THAT NEVER VI, THAT I NEVER PLAYED, I have to have faith that I have spirit, that the devil exists.
That rage! I am not able to nor to play with this, nor to neglect, because ME, I already battled against the presence, action and demons' influence in my room, in the university, in my dreams and in my reality. I know that they exist, I could already hear his/her voice, I didn't only still (thanks to God) make exorcism. Lately, I have been looking for the shield of God that I think so a little he/she would not leave winner in a battle these.
Why is the world like this (I take the lamentable side: crimes, poverty, unhappiness, pities, etc)? Now, the world didn't leave our heads, he/she left the imagination of God, of his/her will, of yours to want. God neither has doubts nor thoughts divided as ours. That is so difficult of explaining. God didn't want anybody unhappy at first. But, truly, He gave us the power to choose, and until today he/she gives us. But, He presents the truth. and the truth is in the Bible. My God, I guess a miracle I to have faith in the Bible, to have faith that the books that today form the Bible inspired divinely are, they were not born for individual actions or human will? God had already registered everything before, but it just reviewed what He already knew. How can I know him/it what He sits down or does he/she think, after all? I never went God, I am of meat and bone, no a spiritual being. It is other nature, other form of seeing, certainly not so restricted and it blinds as ours.
I cannot change what God chose. When the death arrives, it is too late, and finally it is possible the truth, but the price to be paid by many I don't want nor to imagine. The Bible says that the hell is pain and to screech of teeth.
Concluding, Look for God while you can find, invoke him while it is close.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe