Pesquisar neste blog

Meu tesouro

sexta-feira, 13 de abril de 2012

"Drip Castles", tela de Steve Hanks

Não foi aqui onde enterrei o meu tesouro
Não foi este o jardim que cultivei
Não é esta a música que escolhi pro dia
Nem é este o coração que sempre bateu no meu peito
Não é minha imagem essa que vejo no espelho
Não foi o olhar que eu pensei que teria
Esses olhos não são meus
Com vontade de devorar e destruir
Esta tristeza não é minha
Este enterro não é da minha vida
Nem foi esta bebida amarga que sonhei beber hoje
Nem são estes os versos que planejei pra agora

Os carros não andam rápidos como projetaram seus engenheiros
Os pássaros comem fezes e sangue, cospem pus, são hediondos
As frutas têm espinhos por dentro e cheiram mal

Não foi este o mundo da minha infância
O castelo que ergui tinha amor
Todos podiam entrar nele
Os sonhos maviosos da minha juventude não estão aqui
No meu dicionário tinha palavras bonitas
Fáceis de entender, fáceis de falar, fáceis de reinventar

Os carrinhos de brinquedo viraram tanques de guerra
As bonequinhas se vestiram de ódio, amargura e hipocrisia
Não foi aqui onde juntei ouro e prata

Nem será aqui o fim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para seu comentário ser publicado:
1 - Não faça comentários ofensivos, abusivos, com palavrões, que desrespeitem as leis dos país.
2- Os comentários devem ter relação com a postagem.

 

Estatísticas

Blogger WidgetsBlog statistics Widget For Blogger

Link-Me

Receber atualizações por e-mail

Enter your email address:

Provido por FeedBurner

Seguidores do blog

Mais lidos

Compartilhe